Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí já registra dois casos de chikungunya

Kátia Appolinário | 15/02/2020 | 05:00

O aumento dos casos de arboviroses tem deixado todo o Estado de São Paulo em alerta. Em janeiro deste ano, o mapa da dengue registrou 10.271 casos de dengue no Estado e 87 casos de chikungunya. Em Jundiaí, de acordo com o Boletim Epidemiológico realizado pela Unidade de Gestão de Promoção de Saúde (UGPS) são 17 casos confirmados de dengue e dois de chikungunya, ambos casos registrados no bairro Anhangabaú, importados do Rio de Janeiro.

Apesar de parecer pouca em comparação aos registros de dengue, as notificações de chikungunya devem deixar os munícipes em alerta, uma vez que esta doença pode ser tão intensa quanto a dengue. Isso é o que afirma o infectologista do Hospital São Vicente, Danilo Fernando Duarte. “Ainda que esta doença tenha menores chances de evoluir para casos graves, ela pode se tornar uma doença crônica”, afirma, dando destaque ao quadro sintomático.

Segundo o especialista, os sintomas se confundem, porque é muito parecido com a dengue. “Tem como principais sintomas o mal-estar, pode haver manchas pelo corpo e, às vezes, formar bolhas. Nos casos de chikungunya não há alterações no hemograma como há na dengue, que tem como uma das características a queda dos leucócitos”, enfatiza.

O clima chuvoso é um dos fatores que podem desencadear a arbovirose, contudo outros quesitos também devem ser levados em consideração. “É preciso entender que não é uma relação de causa e efeito, mas com o aumento da temperatura há maior proliferação do aedes, mas é claro, isso depende do tipo de vírus que está circulando, do controle dos vetores, e outros fatores relacionados. Costumamos perguntar para o paciente ‘dói o osso ou dói a carne’? Se doem os ossos, pode ser chikungunya, mas se dói a carne, pode ser dengue”, alerta.

No AUJ

Até o momento, Itupeva não possui nenhum caso de arboviroses. Cabreúva conta com 2 casos de dengue confirmados. Cabreúva, por sua vez, possui um caso autóctone e outro aguardando resultado. Em Campo Limpo foi diagnosticado um caso de dengue. Louveira não respondeu até o fechamento desta edição. Não há casos de chikungunya nas cidades do AUJ.

 


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-ja-registra-dois-casos-de-chikungunya/
Desenvolvido por CIJUN