Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí recebe o selo ‘Amigo do Idoso’

Guilherme Barros | 05/12/2019 | 05:00

Jundiaí recebeu da Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social o selo intermediário da Programa Amigo do Idoso. Das 641 cidades do Estado de São Paulo, apenas 14 delas conseguiram esta certificação. Dos três selos possíveis para serem obtidos, o município já conta com dois deles.

“Em meados de 2017, conseguimos o primeiro selo, chamado “Selo Inicial”. É feita uma lista de exigências, sendo que três delas são obrigatórias e outras três eletivas. Quando a gente analisou este relatório, notamos que a cidade já tinha potencial para receber o selo intermediário. Aí, mandamos os papéis e, no começo de outubro, fomos contemplados com este certificado”, comemora a diretora do Departamento de Proteção Social Básica da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), Cássia Carpi do Prado. Atualmente, 279 cidades tem o ‘Selo Inicial’ e apenas duas no Estado têm o chamado ‘Selo Pleno’.

Jundiaí já iniciou o processo para obter o nível máximo de qualidade no trato à população idosa. “A cidade recebe o selo por causa das ações intersetoriais, não apenas da Secretaria em particular”, pondera Cássia.

A cada ano, a curva etária do Brasil tem se acentuado para se transformar, antes de 2045, em país genuinamente com mais idosos do que a população considerada jovem.
A taxa de filhos por mulher no Brasil é de 1,71, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2015. A taxa de reposição populacional mundial é de 2,1. Enquanto isso, a expectativa de vida do brasileiro tem aumentado de forma gradativa. Hoje, ainda de acordo com o Instituto, este número é de 76 anos. “Serão mais pessoas dependentes a cada ano, e precisamos nos planejar para darmos essa assistência para nossa população idosa”, diz Cássia.

“Alguns deles serão totalmente dependentes de assistência social, principalmente porque não terão nenhum parente, talvez nenhum amigo que lhe preste auxílio. Daí a necessidade de nos antevermos para garantir qualidade de vida acima de tudo”, reforça a diretora.

Inauguração

Durante as comemoração em referência ao aniversário de Jundiaí, a UGADS inaugura, na próxima segunda-feira (9), o Centro de Convivência do Idoso. O espaço fica na rua Alexandre Ludke, 700, na Vila Hortolândia, e espera receber cerca de 300 idosos por mês.

Serão diversas atrações voltadas para o público deste segmento, como cursos, danças e atividades recreativas. “O espaço terá tudo que o Centro de Referência do Idoso de Jundiaí oferece, com exceção do baile. Além disso, nós temos nossos espaços descentralizados, no Jardim Novo Horizonte e no Jardim Santa Gertrudes, com 20 pessoas em cada um dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), que participam de cursos regulares e recebem orientação psicossocial. Só no Criju, recebemos em média 800 idosos regularmente. Eles fazem de tudo no espaço do Complexo Argos”, conta Cássia.

(Guilherme Barros)

 


Leia mais sobre | |
Guilherme Barros
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-recebe-o-selo-amigo-do-idoso-2/
Desenvolvido por CIJUN