Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí registra o terceiro caso suspeito

Édi Gomes | 06/03/2020 | 05:00

Jundiaí registra a terceira suspeita de infecção pelo coronavírus (Covid-19), mas não há casos confirmados. Trata-se de uma criança de 11 anos que teve contato com um paciente em São Paulo. No dia 3 de março ela apresentou os sintomas e os pais procuraram o Hospital Universitário (HU). O caso teve amostra para exame coletada e encaminhada para Análise do Instituto Adolpho Lutz para investigação. O paciente está em isolamento domiciliar, conforme as recomendações estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Apesar de mais um caso, os hospitais públicos informaram que a movimentação diária permanece na rotina normal. No Pronto Atendimento do Hospital São Vicente (HSVP), por exemplo, até o momento não houve registro de suspeitas.

O jundiaiense que procura o serviço público de saúde, seja nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou nos Prontos Atendimento (PAs), independente da suspeita, está recebendo suporte e orientação, segundo o coordenador dos PAs ligados ao HSVP, Mauro Ivan Andrade. Até o momento uma média de 10 pessoas procuraram atendimento por suspeita de terem contraído o coronavírus.

“Em nenhum dos casos houve confirmação. Seguimos o protocolo de orientação do Ministério da Saúde. Verificamos se a pessoa apresentava febre, retorno de viagem dos países listados pelo Ministério nos últimos 14 dias, tosse ou dificuldade de respirar, mas em todos estes sintomas foram registrados”, explicou.

Com a confirmação de mais um caso, e que não demonstra os sintomas, Andrade destaca que é importante não gerar pânico e tão pouco compartilhar mensagens que desacreditam os cuidados coma higiene individual. “Nos conhecidos grupos de mensagens, principalmente familiar, é preciso filtrar as informações.

A gente pede para as pessoas sempre lavarem as mãos e usar o álcool gel e, infelizmente, as notícias compartilhadas alertavam que este procedimento dissemina o coronavírus”, lamentou.

Mesmo com a consciência do jundiaiense, Andrade informa que um plano de contingência foi preparado envolvendo todos os serviços de saúde pública de Jundiaí. “Fizemos uma reunião com responsáveis que envolvem as UBSs para explicar o plano de contingência. O intuito é manter a informação ao alcance da população sem gerar pânico” finalizou.

No HU, apesar do registro do garoto que teve contato com paciente positivo para coronavírus, o padrão é de tranquilidade no atendimento de rotina. Em nota, o hospital informou que há duas semanas deu entrada no Pronto Socorro Infantil (PSI) uma criança, porém sem sintomas que associassem ao coronavírus. “A mãe achava que o filho poderia estar contaminado, mas foi descartado após a triagem conforme os protocolos. O PSI registra movimento normal, com casos pontuais de resfriados típico de quando a temperatura cai. Não houve nenhuma incidência e sem registro de pacientes com doença respiratória.

NÚMEROS
Na última quarta-feira (4), Jundiaí foi notificada sobre o segundo caso suspeito de Covid-19. Conforme divulgado, a paciente tem 46 anos, viajou para a Alemanha, procurou atendimento hospitalar na rede privada em 3 de março, após apresentar sintomas como febre e tosse. Ela está em isolamento domiciliar.

No dia 28 de fevereiro, houve a notificação do primeiro caso suspeito de uma criança, que, retornou de viagem à Itália, apresentou os sintomas gripais, e foi atendida em hospital privado. O resultado das amostras deve ser comunicado pelo Lutz ao município ainda nesta semana.

Além dos dois casos suspeitos, um adulto residente em Jundiaí está em observação por ser comunicante do primeiro caso confirmado, mas sem apresentar sintomas da doença.

O Ministério da Saúde informou na tarde de ontem (5) que subiu para 8 (até o fechamento desta edição) o número de casos confirmados do novo coronavírus no país. São seis casos registrados em São Paulo, um no Espírito Santo e um no Rio de Janeiro. O governo também anunciou que há o primeiro registro de transmissão dentro do país.

As duas novas ocorrências em SP são de pessoas que tiveram a transmissão do vírus originada do primeiro caso confirmado do coronavírus no Brasil, um homem de 61 anos que tinha viajado à Itália.
Com a atualização dos dados de hoje, o Brasil tem 636 casos suspeitos e oito confirmados. Os casos confirmados estão em isolamento domiciliar. O caso do Espírito Santo é uma mulher de 37 anos, com histórico de viagem.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-registra-o-terceiro-caso-suspeito/
Desenvolvido por CIJUN