Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaiense vai escalar o maior vulcão do mundo no Atacama

ARIADNE GATTOLINI | 13/01/2019 | 05:03

O empresário André Perlatti, de 35 anos, embarca no próximo dia 9 de fevereiro para o Atacama, para escalar sozinho o vulcão Ojos del Salado, de 6.893 m. O alpinista jundiaiense está no meio de um projeto para escalar os sete maiores vulcões dos sete continentes. O alpinista já fez três cumes, Elbrus, na Rússia, Kilimanjaro, na Tanzânia e Damavand, no Irã. O quarto vulcão será o Ojos del Salado. Para concluir a lista, faltam ainda Orizaba, no México, Sidley, na Antártida e Giluwe, na Papua-Nova Guiné.
Ele também já escalou o Aconcágua, de 6.962 m, na América do Sul, mas desistiu a 200 metros do cume. “Foi um erro de planejamento, acabou a comida e tive de voltar.”

André treina musculação quatro vezes por semana e corre 24 km. Sua preparação inclui ainda meditação e ioga. Budista, ele afirma que a prática mental garante sua vivência em altas altitudes a uma temperatura que pode chegar a -20ºC. “Escolher estar sozinho, durante 16 dias, requer disciplina e planejamento.” Para esta viagem, André fez um planejamento de um ano. Sem guia, ele esmiuça as rotas e, não raro, escolhe as mais difíceis. No Ojos del Salado, ele irá pela rota argentina, mais longa e sem infraestrutura de apoio, como refúgios na montanha. A sua comida é liofilizada para não aumentar o peso do equipamento, que chega a 40 quilos.

Por segurança e exigência de sua mulher, Fabiane, André leva um GPS, que conta com um botão de emergência. Tanto esforço pode fazer com que perca cinco quilos de peso em 15 dias. O contato com a natureza e com si próprio é a motivação deste rapaz, apaixonado pela Serra do Japi. “Se eu fosse indicar trilhas, as primeiras que diria para você fazer são da Serra.”

Quando não está investindo nos projetos de altas altitudes, André e a família estão andando pelas montanhas mais próximas. Mas fez também, no Brasil, Pedra da Mina, Pico dos Três Estados, Pico dos Marins e Monte Roraima. No sonho do alpinista, mais um pico, de Denali, no Alaska, que tem 6 mil metros, mas com uma dificuldade extrema, que os esportistas consideram como de 8 mil metros. “O Alaska é lindo, você não acha?”, numa pergunta, de olhos brilhantes, que já denota a sua próxima empreitadada.

T_andre4


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiaiense-vai-escalar-o-maior-vulcao-do-mundo-no-atacama/
Desenvolvido por CIJUN