Jundiaí

Lojas com portas fechadas e comerciantes vivem manhã de dúvidas


WhatsApp Image 2020-03-20 at 09.40.07
Crédito: Reprodução/Internet
Comerciantes e funcionários viveram uma manhã de dúvidas e incertezas depois do anúncio do prefeito Luiz Fernando Machado quanto ao “Estado de Emergência” que a cidade entrará após o anuncio de dois casos confirmados do coronavírus. Entre as determinações está o fechamento de alguns pontos comercias por tempo indeterminado, entre eles, lojas do Centro e dos shoppings. Até 10h20 da manhã o decreto ainda não havia sido publicado no site oficial, o que deixou os gerentes com mais dúvidas sobre liberar ou não seus funcionários. “Todo mundo está com medo de ser multado. A gente não foi comunicado por ninguém. Ficamos sabendo através das notícias publicadas ontem nas mídias sociais. Estou segurando os funcionários, pois eles estão com muitas dúvidas e sem o decreto não posso resolver nada”, diz a gerente de uma loja de roupas, Daniela Carvalho. A reportagem do Jornal de Jundiaí observou que muitos funcionários estavam nas entradas das lojas, mas com as portas praticamente abaixadas. Os poucos atendimentos eram para clientes que já haviam feito algum tipo de reserva. Cartazes também foram colados nos vidros para informar do fechamento por tempo indeterminado. Alguns consumidores disseram que se sentem prejudicados. É o caso do técnico de informática Vasco Antônio Ferracini, de 59 anos. Ele precisava fazer a troca de seus óculos que estão quebrados. “Sem os óculos eu não enxergo quase nada. O que estou usado está tudo colado com cola”, lamenta.

Notícias relevantes: