Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Marketing digital contribui para aumento do fluxo de caixa

KÁTIA APPOLINÁRIO | 10/06/2020 | 05:00

Com os pontos comerciais físicos parcialmente de portas fechadas, coube aos empreendedores desbravarem o território on-line para que seus negócios não estagnassem. Até a primeira semana de maio, 32% das empresas estavam funcionando com o auxílio de ferramentas de marketing digital para que fosse possível manter o fluxo de caixa. É o que mostra um levantamento de dados realizado pelo Sebrae-SP.

Dentre os pequenos empreendedores, 29% optaram pela venda via redes sociais. Além destes, 8% entraram para comunidades de interesse dos clientes para vender mais. E quem notou um aumento nas vendas on-line durante o período foi o proprietário da Adecil, empresa de equipamentos de proteção individual, e professor de planejamento estratégico da IBE -Fundação Getúlio Vargas (FGV), Júlio Cesar Nogueira de Sá. “Antes da crise, 60% das vendas do meu negócio eram provenientes do e-commerce e de ações de marketing digital.

Contudo, nos últimos três meses esse índice subiu para 80%”, compartilha, já ciente de que essa estatística é influenciada por fatores externos, como a impossibilidade das compras presenciais.

No entanto, o empreendedor reconhece o potencial dos recursos tecnológicos. “Hoje há tantas ferramentas simples e práticas, coisas que não tínhamos há 10 anos. Por isso, toda e qualquer empresa deveria investir em sua inserção ao ambiente on-line, seja por meio de uma página nas redes sociais ou mesmo pela exploração dos marketplaces”, alega o gestor, encorajando outros empreendedores a darem o pontapé inicial.

PEQUENOS PASSOS
Para quem pretende começar não é preciso investir altos valores em grandes projetos. É o que conta o consultor de negócios do Sebrae-SP, Samuel Aguiar. “As redes sociais podem ser a porta de entrada para as empresas no mundo digital. Isso porque é um ambiente com o qual o cliente já está habituado a interagir, não há custo e não exige vasta experiência”, sugere.

A publicitária Maria Olívia Rampim, de 28 anos, gerencia uma agência de marketing e destaca a importância da originalidade neste processo. “Quanto mais criativa for a apresentação dos produtos, melhor será o resultado para a empresa. No entanto é importante entender que cada canal de comunicação atende a diferentes públicos, com diferentes necessidades”, ressalta.

Para não errar, ela aconselha começar pelo básico. “Explore as principais redes, como o Instagram, WhatsApp e até mesmo o Linkedin. Tudo depende do perfil do consumidor. É preciso ter esse tato para identificar o melhor ambiente para estruturar as ações de marketing digital”, reitera.

Para quem pretende dar um passo a mais, a combinação entre as redes sociais e um portal on-line pode ser ainda mais poderosa. O empresário Marcelo Perrone, de 53 anos, atua no ramo de criação de sites há mais de 10 anos e conta que percebeu o aumento na demanda mesmo durante a crise. “Muitos comerciantes chegaram até a minha empresa com essa necessidade de colocarem seus negócios on-line. Acredito que, mesmo com a flexibilização e consequente retomada dos comércios, o virtual não será um fator isolado e se fortalecerá”, ressalta.

Para ele, o site é uma das ferramentas mais efetivas para a conquista de resultados digitais. “Além de contribuir para a credibilidade da empresa também é mais uma forma de estabelecer uma conexão com o público consumidor. E claro, é uma ferramenta que pode reforçar os valores e intenções de cada negócio e, por isso, se torna um cartão de visitas”, argumenta.

SIGA NAS REDES

Criação de sites – Nprojetos: www.instagram.com.br/nprojetos_sites

www.nprojetos.com.br

Publicidade e Marketing digital – Agência Carib: www.instagram.com.br/agenciacarib

www.agenciacarib.com.br

 


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/marketing-digital-contribui-para-aumento-do-fluxo-de-caixa/
Desenvolvido por CIJUN