Jundiaí

Máscaras e álcool gel em falta


VENDAS DE ALCOOL GEL FARMACIA JOAQUIM JOVELINO
Crédito: Reprodução/Internet
O jundiaiense está preocupado com a propagação do coronavírus. O anseio reflete na prateleira das principais farmácias da cidade com a falta de produtos de higiene, como o álcool gel ou as máscaras descartáveis. No Centro, uma loja especializada em produtos hospitalares fixou um recado de forma visível a todos os clientes com os dizeres ‘não temos álcool gel e nenhum outro tipo de álcool’. O proprietário do estabelecimento, Rodolfo Freitas, de 65 anos, conta que os insumos estão em falta. “O álcool está esgotado e as máscaras a perspectiva de reabastecimento é de 40 dias”, alega. Para ele, a escassez é potencializada pela falta de bom senso do consumidor. “Há quem venha comprar com o intuito de fazer estoque. Não entendem que outras pessoas também precisam do produto”, comenta o proprietário. Na tentativa de reduzir esse impacto e garantir que o máximo de pessoas possam ter seus materiais de higiene, Freitas fracionou as caixas de máscara descartáveis. “Destrinchamos as caixas de 50 máscaras em kits de 10 unidades para que todos possam se proteger”, conta. Ainda no Centro, uma farmácia convencional também está com falta dos produtos. É o que conta o farmacêutico Joaquim Jovelino, de 55 anos. “A procura pelo álcool gel é contínua, porém no momento não temos para oferecer ao público”, lamenta, mas acredita que em breve receberão uma nova remessa dos materiais. Prevenção Ainda que a maioria das cidades esteja entrando em plano de resguardo, o Ministério da Saúde orienta que lojas de produtos de necessidade, como farmácias. continuem abertas, mas para que os funcionários desses estabelecimentos não sejam prejudicados, também precisam tomar os devidos cuidados preventivos. “Aqui nós temos separado o álcool gel para os funcionários e deixamos no balcão para nossa higienização ao longo do dia. Sabemos da importância desta medida, principalmente porque temos cuidado direto com os clientes”, ressalta o farmacêutico Joaquim. Farmácias de alto custo Na última reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, foi informado que o fluxo da retirada de medicamentos nas unidades básicas de saúde e nas farmácias de alto custo será repensado para a segurança de pacientes e funcionários. Os novos procedimentos serão em breve oficializados pela equipe de gestão. [caption id="attachment_85077" align="aligncenter" width="800"] VENDAS DE ALCOOL GEL
FARMACIA
JOAQUIM JOVELINO[/caption]

Notícias relevantes: