Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mesmo durante o inverno, jardins continuam florescendo

COLABORAÇÃO DE MARIANA CHECONI | 28/06/2019 | 05:00

Quando pensamos em inverno, a primeira coisa que vem a mente é frio e tempo seco. Dificilmente nos damos conta que a estação pode proporcionar dias ensolarados, bebidas quentes, noites confortáveis embaixo dos cobertores e ainda uma variedade de flores e plantas, típicas dessa época do ano, que tornam os dias frios ainda mais coloridos.

Entre essas plantas, podemos citar as nativas Eritrina e Caliandra, que costumam florescer no início do inverno; a Sálvia Vermelha (espécie diferente daquela utilizada como tempero); Eugênia do Cerrado, que atraí diversos polinizadores; diversas hortaliças e ainda a conhecida Babosa, matéria-prima de muitos produtos de beleza.

O engenheiro florestal do Jardim Botânico de Jundiaí, Thiago Pinto Pires, explica que o principal motivo para essas plantas florescerem no inverno não é a temperatura baixa e sim o tempo seco. “No inverno entra um período seco de estresse fisiológico e essas plantas florescem para produzir sementes para a entrada da primavera e verão. Podemos citar como exemplo o Ipê Rosa. Nessa época do ano ele perde completamente as folhas e com isso surgem as flores, que duram mais ou menos um mês”, afirma. Somente no Jardim Botânico, existem cerca de 10 plantas que florescem no inverno ou têm seu auge nesse período.

Para quem gosta, as plantas podem ser cultivadas em casa. Thiago afirma que é preciso conhecer a origem para que o cultivo seja feito corretamente. “Cada planta precisa de um cuidado diferente. Depende da espécie e não da estação do ano. Conhecer a origem é importante para saber como ela está adaptada. Se é uma planta de frio, de calor, de tempo seco ou que precisa de muita água. Normalmente, as pessoas tem dificuldade em cuidar porque não sabem sobre as necessidades de casa espécie”, explica.

Para os interessados em conhecer mais sobre as plantas, o Jardim Botânico possui uma visita monitorada que atende alunos das escolas da cidade e ainda grupos organizados. As visitas acontecem diariamente, das 8h30 às 11h, e das 14h às 16h30, e precisam ser agendadas pelo site jardimbotanico@jundiai.sp.gov.br

Thiago Pinto Pires, engenheiro ambiental, mostra a babosa, muito utilizada para produtos de beleza e medicamentos

Eritrina, árvore nativa do Brasil, exibe suas belas flores vermelhas geralmente em junho, no início do inverno


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/mesmo-durante-o-inverno-jardins-continuam-florescendo/
Desenvolvido por CIJUN