Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Missas presenciais voltarão a ser celebradas em Jundiaí

Nathália Sousa | 16/06/2020 | 05:00

Assim como outros estabelecimentos não essenciais que foram fechados no início do isolamento social, as igrejas e os templos religiosos não puderam, até então, celebrar as missas e os cultos desde março deste ano. No entanto, com a flexibilização proposta pelo governo estadual e o retorno de alguns tipos de comércio, algumas paróquias pertencentes as 11 cidades da Diocese de Jundiaí foram permitidas abrir suas portas, porém com regras.

O padre Milton Rogério Vicente, assessor de imprensa da Diocese de Jundiaí, explica que as igrejas nunca estiveram fechadas porque as missas eram transmitidas via internet, mas agora a retomada presencial acontecerá de acordo com determinação do poder público. “Os 11 municípios da Diocese de Jundiaí estavam em fases diferentes de reabertura, alguns estavam na fase laranja e outros na vermelha. Seguindo tudo isso, foi definido protocolos para a celebração e outro para a comunhão”, diz.

Sobre a retomada física dos fiéis aos templos, o padre Milton conta que o planejamento foi feito desde o início da pandemia. “Desde que começaram as medidas de isolamento, a Diocese já pensou no retorno.

Vimos as medidas que as demais Dioceses estavam tomando para retornar. O bispo (dom Vicente) conversou com os padres para começar a aplicar essas decisões. Primeiro com o Corpus Christi e agora com as demais”, diz ele sobre 20% da capacidade de público e a distribuição de hóstias, mesmo com as missas ocorrendo on-line durante o feriado católico.

Do Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, na Vila Rami, o padre Alberto Simionato fez um vídeo explicativo sobre as recomendações aos fiéis que comparecerão às missas presenciais. No santuário, a distribuição de senhas será feita na secretaria. “Procure a secretaria paroquial durante a semana, sendo prévia a missa que você deseja participar. Então, de terça a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h a pessoa pode vir ao santuário e retirar a sua senha. Não será permitida a entrada de fiéis no santuário sem a senha”, explica.

Ele reforça sobre a necessidade de a pessoa se proteger antes de ir ao santuário. “Mesmo que você esteja munido de senha, se você chegar ao santuário os agentes da pastoral irão proibir a sua entrada se tiver sem máscara. É preciso evitar aglomeração na porta. Ao chegar haverá álcool em gel, mas é preciso seguir direto ao seu lugar. Não pare para cumprimentar, não levante do seu lugar para conversar com outras pessoas, dirija-se diretamente ao seu lugar e lá permaneça até o final da missa” alerta o padre sobre os procedimentos adequados”, diz padre Simionato em sua live.

O padre da Paróquia São joão Bosco, do Eloy Chaves, Michael Henrique dos Santos diz que espera os fiéis para as missas. “Sei que os paroquianos estão sentindo falta da Eucaristia, pois sem Deus não somos nada. Estamos preparando tudo com muita responsabilidade. Trabalhamos com orientação, treinamento, tudo para que aconteça da forma correta”, diz ele.

RECOMENDAÇÕES
A respeito da aderência dos fiéis às recomendações expedidas, o padre Milton diz que haverá uma autonomia das paróquias. “O bispo deixou essa questão para os padres. Se o fiel chegar na paróquia sem senha, não poderá entrar. Talvez, se alguém que tenha a senha não vá essa pessoa sem senha possa entrar, mas isso vai de cada paróquia. A distribuição também depende de cada paróquia, algumas farão por telefone, outras usarão os aplicativos e tem algumas que farão a distribuição presencial nas secretarias”, explica o assessor.

Além dos lugares espaçados, do uso de máscara e de evitar aglomerações, os fiéis precisam respeitar outras medidas, como a entrada e a saída por portas distintas da igreja, seguir as recomendações da equipe de celebração, receber a comunhão nas mãos e não na boca e só retirar a máscara quando for comungar. As ofertas apenas serão permitidas no final da celebração.

O Jornal de Jundiaí tentou contato com algum representante do Conselho dos Pastores de Jundiaí para saber como será o retorno nos templos evangélicos, mas não obteve retorno.

.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/missas-presenciais-voltarao-a-ser-celebradas-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN