Jundiaí

Moradores da Região ocupam 45% dos leitos de UTI para covid


Cerca de 45% dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) voltados exclusivamente para tratamento do covid-19 do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) são ocupados por pacientes que não residem em Jundiaí. Em parceria com a Prefeitura de Jundiaí, o São Vicente tem adotado, segundo a direção, medidas de contingência. Em fevereiro, o hospital tinha 16 leitos de UTI e 19 leitos de enfermaria destinados ao atendimento de pacientes covid-19. “Em 17 de março, após uma parceria firmada com o Hospital Regional, aumentamos para 69 leitos em UTI e 48 em enfermaria (total de 117 leitos). Hoje, a infraestrutura contempla 85 leitos de UTI e 106 leitos de enfermaria para atendimento covid-19. Representa um aumento de 120% nos leitos de enfermaria e 430% nos leitos de UTI equipados para o suporte aos pacientes críticos”, destaca o superintendente da instituição, Matheus Gomes. Além de mão de obra específica, com médicos intensivistas, enfermeiros e técnicos em enfermagem capacitados para o atendimento covid-19, cada leito de UTI necessita de ventiladores pulmonares, monitores multiparâmetros e bombas de ifusão. Este conjunto de cuidados são essências para salvar as vidas dos pacientes que enfrentam a versão mais severa da doença. “A média de permanência de cada paciente que adoece em função da covid-19 é de10 dias. No entanto, temos casos de UTI em que o paciente chegou a ficar 90 dias integrado”, explica. Importante ressaltar que, além dos pacientes com doenças relacionadas à covid-19, o HSV se mantém como referência para casos de urgência e emergência oncologia, traumatologia, cardiologia e neurologia. “Este casos são imprevisíveis e exigem nossa assistência constante, incluindo internações em UTI e cirurgias de emergências com média e alta complexidade”, afirma o superintendente. Para esses atendimentos, o hospital tem atualmente 28 leitos em UTI e 76 de enfermaria Em junho foram realizadas mais de 300 cirurgias de urgência, uma vez que as cirurgias eletivas estão suspensas até o fim da pandemia. [caption id="attachment_92268" align="aligncenter" width="1280"] A infraestrutura contempla 85 leitos de UTI e 106 leitos de enfermaria[/caption]

Notícias relevantes: