Jundiaí

Moradores de rua se preocupam com casos


CENTRO POP JOAO GUILHERME OLIVEIRA COORDENADOR CENTRO POP
Crédito: Reprodução/Internet
Com 69 casos suspeitos de coronavírus em Jundiaí e a confirmação de dois positivos, a cidade segue com vários setores em atenção, um deles é quanto aos moradores em situação de rua. Segundo João Guilherme de Oliveira, coordenador do Centro Pop, localizado na rua Marechal Deodoro da Fonseca, o local não fechará as portas e está tomando todas as medidas necessárias para atender as pessoas que precisam. “Todos os moradores de rua que procuram a unidade para tomar um banho, comer ou ficar na área de convivência estão sendo orientados quanto às medidas preventivas, ou seja, não dar as mãos ou abraçar ao cumprimentar, se tossir utilizar o braço para cobrir e não as mãos, permanecer o mais disperso possível, usar utensílios descartáveis e ainda realizar a higiene pessoal de forma correta”, afirma. O coordenador ainda conta que em relação ao álcool em gel e máscaras, a situação não está fácil. “Ainda temos álcool do nosso estoque, que disponibilizamos a todos os funcionários e moradores que entram aqui durante o dia, mas infelizmente não conseguimos fornecer fora daqui. As máscaras estão em falta”, afirma. A moradora em situação de rua Najara Silva conta que está preocupada com a situação do vírus, pois como não possui um lugar para onde ir, tem medo de se contaminar. “A gente que mora na rua fica preocupado porque está tudo fechando. Os casos suspeitos estão aumentando. O bom é que aqui (Centro Pop) está aberto ainda, dá para vir tomar banho, se higienizar”, afirma. Orientações preventivas Cerca de 20 profissionais da rede socioassistencial que atuam no atendimento à população em situação de rua passaram, na manhã da última quarta-feira (18), por capacitação para enfrentamento e prevenção ao coronavírus (covid-19). A reunião, realizada no Centro Pop, tratou-se de um primeiro encontro de orientações preventivas para a rede, a fim de alinhar os procedimentos e adaptações necessárias para os cuidados com a saúde dos servidores, técnicos e usuários dos serviços. Os procedimentos indicados estão alinhados com as orientações do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) criado recentemente pela Prefeitura de Jundiaí para lidar com o tema e de acordo com recomendações da Vigilância Epidemiológica da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS). A diretora do Departamento de Proteção Especial da Unidade da UGADS, Ariane Goim Rios, explicou os procedimentos. “Esta é uma doença nova e o encontro foi importante para amadurecer a reorganização dos serviços e dos ambientes de trabalho. Pactuamos com o serviço a ampliação da oferta de banhos e reforçamos as orientações de higiene de todos e a necessidade de enfatizar com os usuários a importância das cautelas, já que muitos ainda menosprezam as dimensões da doença. Recomendamos ainda que os indivíduos que já estiverem abrigados permaneçam nos abrigos, a fim de evitar circulação”, afirma.

Notícias relevantes: