Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Morre o cardiologista Orandy Foelkel, aos 95 anos

Mariana Checoni | 26/05/2020 | 19:00

Orandy Foelkel Congilio, o cardiologista mais antigo em atividade no Brasil, morreu na manhã desta segunda-feira (25), aos 95 anos, em Jundiaí. Foelkel era uma dos médicos mais renomados e conhecidos da região, com mais de 70 anos de profissão. A causa da morte não foi divulgada.

O médico nasceu em junho de 1924 e se formou em 1949, quando ainda não existia o Conselho Regional de Medicina (CRM), órgão responsável pela inscrição e permissão para exercer a profissão.
Pouco tempo depois ele foi escalado para ser o plantonista na inauguração do Maracanã, no Rio de Janeiro, em 1950.

Anos depois, em 1958, o profissional fez sua inscrição como cardiologista e desde então nunca mais parou, chegando a atender 30 pessoas por dia em sua clínica particular em Jundiaí.

No ano passado, ele foi homenageado pela Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), um dos maiores congressos da América Latina.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/morre-o-cardiologista-orandy-foelkel-aos-95-anos/
Desenvolvido por CIJUN