Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Motoristas pagam caro para estacionar

Angelo Augusto | 06/07/2019 | 05:01

Mesmo com preços considerados altos pelos usuários, os diversos estacionamentos do Centro de Jundiaí se mantêm respaldados por uma clientela fiel, que ainda prefere pagar caro a deixar o carro na rua.

Nas principais ruas do Centro os preços variam entre R$5 e R$12 por hora, dependendo da localização do estabelecimento. A maioria deles trabalha também com clientes mensalistas e com convênios com lojas próximas, como farmácias, óticas e lojas de roupas. Nos estacionamentos mais caros, a primeira meia hora custa, em média, R$8 e a primeira hora completa, R$12,00. A partir da primeira hora é cobrado um valor fechado de R$8 por hora adicional, sem valores “quebrados”. Logo, um período entre uma e duas horas não sai por menos de R$20.

Já na rua Senador Fonseca, os preços são mais acessíveis, mantendo uma média de R$6 por hora, sem valores fracionados.
O gerente de um estacionamento localizado na rua do Rosário relata que o bom atendimento prestado é um dos diferenciais que fazem os clientes optarem por estacionarem ali, mesmo com um dos preços mais altos do Centro da cidade. “Quem define o preço é o proprietário, mas temos uma grande carteira de clientes que são fiéis já há um bom tempo. O movimento também teve um aumento considerável depois que adquirimos a maquininha de cartão”, Claudinei Alves Pereira. A desconfiança com a segurança nas ruas, a praticidade de estacionar próximo e a falta de opções são os principais motivos que levam os usuários a optarem por deixar seus carros em estabelecimentos pagos.

O consumidor Joarez Diogo, utilizou na tarde de onde os serviços de um estacionamento no Centro para fazer compras. Ele contou que vai ao centro da cidade cerca de três vezes por semana e sempre para seu carro no mesmo estacionamento. “Uso este por ser próximo às lojas que preciso ir. Não é barato, mas em termos de segurança é melhor do que deixar na rua, por isso eu acabo pagando”. Joarez realizou o pagamento da forma convencional, sem utilizar convênio de nenhuma loja.

Rodrigo de Fiori, gerente de uma farmácia também no Centro conta que tem convênio com dois estacionamentos e que considera isso uma facilidade para seus clientes, mesmo não sendo um serviço barato. “Nós abonamos o pagamento dos nossos clientes durante o período de compra. O valor não é baixo, mas com certeza é algo que nos ajuda a atrair compradores e que facilita a vida deles”.

VALOR DO ESTACIONAMENTO NO CENTRO DA CIDADE
RUA SENADOR FONSECA


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/motoristas-pagam-caro-para-estacionar/
Desenvolvido por CIJUN