Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Na volta às aulas o foco é com as ‘imprudências’ dos motoristas

SIMONE DE OLIVEIRA | 23/07/2019 | 05:01

Cerca de 35 mil alunos retornaram ontem às escolas da rede municipal de Jundiaí e, como não poderia ser diferente, o trânsito próximo às unidades recebe mais atenção devido às imprudências dos pais. Parada em fila dupla e estacionamento em vagas reservadas para vans escolares são as mais comuns, segundo registros da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT). Pela rede estadual são mais de 25 mil alunos retornando a partir do dia 31 de julho. A maioria das escolas particulares também retoma às atividades na semana que vem.

O diretor de Trânsito Wlamir Lopes da Costa explica que as equipes operacionais reforçam a ação de monitoramento junto às escolas que causam maior impacto no sistema viário principal da cidade para coibir desrespeito à sinalização e minimizar o impacto no tráfego de passagem. “Mesmo com as imprudências há fiscalização constante dos agentes de trânsito”, diz o diretor.

O maior fluxo de motoristas está no entorno dos colégios Eleva, Francisco Telles, Cristão e Domus Sapiens. O trânsito é intenso nestes locais por estarem localizadas próximas ao viário principal do município.

Segundo informa, os horários considerados mais críticos são pela manhã (das 6h30 às 9h), a tarde (das 17h às 19h) e na hora do almoço, considerado o ‘entre pico’, ou seja, das 12h às 13h30.

Voltaram a funcionar 110 escolas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

CAPACITAÇÃO
Na volta às aulas, a língua italiana será o foco no Ensino Fundamental. Além de alunos, os professores de inglês terão acesso ao mesmo material de ensino.

A gestora da Unidade de Gestão de Educação, Vasti Ferrari Marques, comenta que o objetivo é divulgar não só a língua italiana, mas também a cultura e as tradições que fazem parte da história de Jundiaí. O ensino de italiano foi anunciado no início deste ano, comemorando um ano do programa Escola Inovadora, uma parceria com Consulado Italiano no Brasil para a capacitação de 40 professores, em 19 escolas, para o ensino da língua italiana aos alunos no Ensino fundamental (a partir dos 6 anos).

“Os professores de inglês estão tendo acesso ao mesmo material de ensino e poderão contar a mesma história em português, inglês e italiano”, afirma.

Nesta primeira fase serão cerca de mil alunos que terão contato com o idioma na grade pedagógica. Nas Emebs, o inglês é ensinado às crianças a partir dos 4 anos de idade.

Com a participação dos professores de inglês, a disseminação da cultura italiana irá ocorrer em todas as escolas da rede municipal – mesmo aquelas que não contarão com as professoras que estão passando pela capacitação, que tem a duração de dois anos. “A língua italiana em sala de aula representa ampliação do repertório de cultura; isso inclui os costumes, a culinária, a história e a geografia, e irá aumentar o leque de possibilidades dos alunos”, diz Vasti.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/na-volta-as-aulas-o-foco-e-com-as-imprudencias-dos-motoristas-2/
Desenvolvido por CIJUN