Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Novos reservatórios aumentarão capacidade de abastecimento hídrico de Jundiaí em 80%

KÁTIA APPOLINÁRIO - ksantos@jj.com.br | 22/03/2018 | 04:59

Um dos poucos municípios paulistas a sair ileso da escassez de água em 2014, as perspectivas hídricas para Jundiaí continuam positivas, segundo o secretário executivo do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), Francisco Lahóz. De acordo com ele, Jundiaí não corre nenhum risco de ter que enfrentar uma crise hídrica. “Isso é resultado de uma série de investimentos preventivos que vem sendo realizados desde 1994, quando a DAE assinou um acordo de cooperação ao lado do Comitê das Bacias”, alega.

MANANCIAIS QUE ABASTECEM A REPRESA DA DAE RIO ATIBAIA

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Hoje, os investimentos são voltados para ampliação em 50% dos reservatórios já existentes, além da construção de três novos reservatórios em ribeirões, o que resultará em um aumento de aproximadamente 80% da capacidade hídrica da cidade. “Se com as reservas existentes já temos suprido as necessidades do município, com as ampliações, o risco de crise hídrica será nulo”, afirma Lahóz. Mas além dos investimentos, o quadro positivo também se deve às campanhas de sensibilização, que tornaram os moradores mais conscientes em relação ao uso da água. “Desde 2014, quando houve a crise hídrica, os jundiaienses se conscientizaram e reduziram o consumo”, afirma a equipe da DAE Jundiaí por meio de nota. O coordenador de Engenharia de Aplicação da Deca e responsável pelo Projeto ProÁgua, Osvaldo Oliveira Jr., ressalta a importância do uso racional independentemente das possibilidades de crise, e alega que nos grandes centros urbanos, além da falta de planejamento, o principal problema é que as pessoas só cogitam mudar seus hábitos quando o consumo reflete no bolso. “Ao verem o valor elevado da conta de água, as pessoas começam a se questionar: será que eu tenho um vazamento em casa ou será que estou gastando água à toa? Será que é o tempo do meu banho? E a partir daí, repensam suas ações”, comenta.

FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA
Na edição deste ano do Fórum Mundial da Água, que acontece em Brasília até esta sexta-feira (23), Jundiaí está sendo representada em peso. Dentro da programação, o PCJ e a equipe da DAE abordaram o reenquadramento de classe do rio Jundiaí; o planejamento de segurança hídrica da cidade; a implantação do Comitê de Estudos e Recuperação do Rio Jundiaí; a criação do Parque da Cidade, e as ações de fiscalização dos mananciais.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/novos-reservatorios-aumentarao-capacidade-de-abastecimento-hidrico-de-jundiai-em-80/
Desenvolvido por CIJUN