Jundiaí

O acesso está perto! Paulista vence por 2 a 0, em Guarulhos

Foto: Divulgação / Paulista FC
Crédito: Reprodução/Internet
O Paulista nunca esteve tão perto de voltar para a Série A3 do Campeonato Estadual. Neste domingo (13), o Galo venceu o Flamengo, em Guarulhos, por 2 a 0, pela primeira partida das semifinais da Segunda Divisão do Paulistão, ampliando assim a sua vantagem no confronto. E o Tricolor não teve na partida o seu melhor jogador, Jeferson - lesionado. Mas Carlinhos, justificou a sua entrada de última hora, marcando o primeiro dos dois gols do jogo. O outro tento foi marcado por Edinan. O Galo entrou na série com a vantagem do empate no agregado - por ter a melhor campanha do campeonato, e agora com os 2 a 0 da ida, pode até perder por dois gols de diferença no jogo de volta, no próximo sábado (19), às 16h no  estádio Jayme Cintra, que ainda assim conquista a vaga na final da “Bezinha” e uma das duas vagas de acesso a “Terceirona” de 2020. Para o clube de Guarulhos, somente uma vitória por três gols de diferença irá bastar. Desfalque de última hora Segundo apuração do Jornal de Jundiaí, o atacante Jeferson sentiu uma lesão muscular atrás da coxa, e por isso foi poupado e não jogou neste domingo, em Guarulhos, pelo Paulista. A comissão técnica do Galo avaliou deixar ele de fora da partida, para estar com 100% de condições para a semana que vem, no jogo de volta. O predestinado Quem entrou no lugar de Jeferson foi Carlinhos. E foi justamente do seu calcanhar, logo aos 4 minutos de partida, que o Galo abriu o placar. Em cruzamento perfeito de Yan, o meia-armador, de costas para o gol, acertou uma bela finalização: de calcanhar, encobriu o goleiro rival, marcando 1 a 0 para o Tricolor. Controle do jogo Apesar de jogar fora de casa, o Paulista teve controle da partida no primeiro tempo. O time roubava muitas bolas no setor de meio-campo e em poucos toques, puxava contra-ataques perigosos, e somente pecava no último passe. O Flamengo somente levou perigo ao gol do Tricolor uma única vez, em chute de fora da área, de Piauí, que foi por cima do gol. Paulista define a vitória em jogada coletiva No segundo tempo, o time rubro-negro teve mais a posse de bola, e ocupou mais o campo de ataque. Mas errava bastante na última jogada, muito do nervosismo por ser uma semifinal, e ter o placar adverso.  A melhor chance foi aos 21 minutos, em chute de João Victor, que explodiu na trave. O Paulista em uma jogada coletiva, definiu a vitória, aos 30 minutos. Demarchi deixou Edinan frente a frente com o goleiro adversário, que somente teve o trabalho de colocar no fundo das redes, e começar a festa em Guarulhos! Festividade que será completa no próximo final de semana, com o (provável) acesso do Tricolor para a A3! O Flamengo, do técnico João Batista jogou com Zé Carlos; Thomas, Rômulo, Gustavo (Naílton) e João Victor; João Paulo (Gustavo Oliveira) e Wallace; Custódio e Bruno; Matheus e Piauí (Vitinho). O Paulista, do treinador Edson Fio, atuou com Victor Stangari; Victor Emerson, Joaquim, João Paulo e Yan; Demarchi e Gabriel Terra; Nenê, Carlinhos (Kawan) e Matheus (Alex); Edinan. A arbitragem ficou a cargo de Leandro Carvalho da Silva, que advertiu com cartão amarelo os atletas do Flamengo – Rômulo,  Galo – Kawan, Carlinhos, Nenê e Gabriel Terra.  A partida no estádio Ninho do Corvo, teve 2.350 pagantes, com renda de R$ 17.250,00. [caption id="attachment_69995" align="aligncenter" width="1024"] Foto: Divulgação / Paulista FC[/caption]

Notícias relevantes: