Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

OAB-Jundiaí: Delegacia Seccional vai abrir sindicância contra atuação da DDM

GUSTAVO AMORIM - gamorim@jj.com.br | 14/03/2018 | 03:00

A Delegacia Seccional de Polícia de Jundiaí vai instaurar sindicância para apurar a atuação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí. É o que garante Airton Bressan, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Jundiaí). Segundo ele, mais detalhes sobre como será conduzida a investigação serão repassados pelo delegado seccional de Jundiaí, Dr. Luiz Carlos Branco Jr. em reunião nesta quarta-feira (14). “Por enquanto, sabemos que essa vistoria será feita para apurar se a conduta inadequada parte de um funcionário ou de todo o sistema em torno da DDM”, afirma Bressan.

CICLO DE CONFERENCIAS DA DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE SAO PAULO AIRTON BRESSAN

LEIA MAIS

Denúncia: Delegacia da Mulher falha no atendimento das vítimas de violência

Defensoria Pública vai investigar denúncia

O presidente da OAB-Jundiaí também destacou que já há um processo iniciado na segunda-feira (12) na Corregedoria de Polícia do Estado de São Paulo. Airton Bressan afirma que o processo passará primeiro pelo Deinter (Delegacia do Interior) em Campinas, órgão superior e responsável pela jurisdição de Jundiaí, antes de chegar à cidade – o que deve ocorrer entre esta quarta (14) e quinta-feira(15).

A reportagem do Jornal de Jundiaí entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) para confirmar a informação da abertura de sindicância na Delegacia Seccional e na Corregedoria, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição.

Denúncia
No domingo, o JJ denunciou falhas na atuação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí. Na versão impressa do jornal desta terça (13), a Defensoria Pública do Estado de São Paulo afirmou que também irá investigar a conduta da Delegacia na cidade.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/oab-jundiai-delegacia-seccional-vai-abrir-sindicancia-contra-atuacao-da-ddm/
Desenvolvido por CIJUN