Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Operação ‘Noites Frias’ é intensifica, mas há recusa por parte dos moradores

Da Redação | 07/07/2019 | 09:04

A  Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), órgão ligado a Prefeitura de Jundiaí, intensificou as ações da operação “Noites Frias” para 2019. Elas são voltadas à população em situação de rua visam à proteção dos mais vulneráveis durante este período do ano, em que as temperaturas atingem os níveis mais baixos.

Além da ida espontânea aos abrigos, durante o período é reforçado o serviço Especializado de Abordagem Social (parceria com SOS), de busca ativa pelos locais onde há maiores concentrações de pessoas em situação de rua. O maior problema, porém, tem sido a recusa dos abordados em seguir para um abrigo.

De acordo com a assessora de políticas governamentais de Proteção Social Especial, Renata Mangieri, só na noite de sexta para sábado – até o momento, a mais fria do ano –

Das 90 pessoas abordadas, apenas seis aceitaram ir. “Quando se recusam, a equipe oferece cobertores para minimizar o frio, além de luvas e meias”, explica Renata.

Assim como orientado ao longo do ano todo, o atendimento será concentrado no Centro Pop, que fica na rua Marechal Deodoro da Fonseca, 504, Centro, onde o atendido terá suas necessidades supridas e será encaminhado para os demais serviços da rede socioassistencial. De lá, o atendido será encaminhado para abrigamento noturno, nas cinco unidades das entidades com as quais a Prefeitura tem parceria.

Quem identificar pessoas na rua pode acionar a Abordagem Social pelo telefone (11) 98531-0146. Para casos de intoxicações ou crises mais graves, o SAMU deverá ser acionado pelo número 192, para destinação ao cuidado hospitalar. Ao longo do ano, o Centro Pop também recebe doações de alimentos, roupas e itens de higiene e limpeza.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/operacao-noites-frias-e-intensifica-mas-ha-recusa-por-parte-dos-moradores/
Desenvolvido por CIJUN