Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Para ambientalista, investir em tecnologia é essencial para combater focos de fogo

| 16/10/2014 | 20:48

Investir em tecnologia é, para o diretor técnico do Centro de Orientação Ambiental Terra Integrada (Coati), Fábio Campos, uma das soluções para facilitar o combate a queimadas na Serra do Japi. “A Guarda Municipal faz um trabalho guerreiro, mas é injusto não oferecer para ela as tecnologias que estão disponíveis”, diz ambientalista.

Para ele, seria necessário que o Estado de São Paulo assumisse a gestão do território e não mais os municípios, para que investisse nessas novas tecnologias, bem como em recuperação. “Uma idéia, por exemplo, é a aquisição dos helicópteros bambi buckets, usados para jogar água do alto.”

O comandante da Guarda Municipal de Jundiaí, José Roberto Ferraz, explica que a aquisição desse helicóptero é controlada. “Só a Agência Nacional de Aviação Civil pode autorizar a compra junto com a Aeronáutica. O acesso é restrito.”

A Polícia Militar do Estado de São Paulo tem bambi buckets e atende as cidades da Região. “Se houver incêndio na Serra do Japi, é só pedirmos apoio ao Corpo de Bombeiros que os helicóptero será solicitado. Também oficiamos a Aeronáutica, que mantém um avião específico para combate a incêndios no aeroporto de Viracopos. Apoio nós temos de vários setores.”


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/para-ambientalista-investir-em-tecnologia-e-essencial-para-combater-focos-de-fogo/
Desenvolvido por CIJUN