Jundiaí

Paratriatleta faz visita a paciente


T_ingrid
Crédito: Reprodução/Internet
Após sofrer uma infecção generalizada há cinco anos e ter ambas as pernas amputadas, a paratriatleta Adriele da Silva, visitou nesta semana a paciente Ingryd Soares Lucena, vitima de um grave acidente no último mês. Depois do procedimento cirúrgico realizado no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), Ingryd precisou amputar uma das pernas e conta que a conversa com Adriele foi motivadora. “Foi muito legal ver que ela se manteve firme, continuou a rotina dela e mantém uma vida normal. Talvez eu não me torne atleta, mas acredito que quando eu estiver de alta também procure algum esporte para me ajudar nesse período de recuperação”, conta. Para a psicóloga Nayara Pancelli, é importante que a paratriatleta compartilhe as experiências que viveu com a paciente. “Converso todos os dias com a Ingryd e estimulo a paciente para que os sentimentos sejam expressos e ela consiga lidar melhor com essa nova fase da vida dela. A visita foi muita válida e trouxe uma nova perspectiva para a Ingryd”. Adriele explica que iniciou os esportes para fortalecer o corpo antes de receber as próteses. O primeiro exercício foi à natação e logo depois o atletismo. “Procurei pelo Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (PEAMA) aqui em Jundiaí quando ainda estava na cadeira de rodas e depois fui para o triatlo”, diz A paratriatleta conta que ficou sabendo do acidente que vitimou Ingryd e do estado de saúde da paciente após diversos amigos entrarem em contato. “Recebi muitas ligações e fui pesquisar sobre o que havia acontecido. Prontamente me coloquei a disposição para vir até o hospital conversar com ela e mostrar que a vida continua e que ainda há muitas oportunidades e conquistas para ela após a alta”, motiva Adriele. A mãe também agradece pelo acolhimento. “Estou feliz por ver ela mais animada, mais disposta. Aos poucos vamos nos restabelecer”  

Notícias relevantes: