Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Parcela do 13º deve injetar R$ 80 mi na economia local

SIMONE DE OLIVEIRA | 21/08/2019 | 05:00

Aposentados e pensionistas do INSS vão receber a primeira parcela do 13º salário junto com o benefício de agosto com pagamento da primeira parcela prevista para o dia 26, sem desconto de Imposto de Renda.

A previsão é que R$ 21 bilhões sejam injetados na economia do país para movimentar o comércio e outros setores. Em Jundiaí este cálculo deve chegar a R$ 161,5 milhões do total de décimo-terceiro, sendo R$ 80 milhões neste primeiro momento, ou seja, entre agosto e setembro. O desconto do IR virá apenas na segunda parcela.

Quem vive com o orçamento apertado sabe da importância de mais esta quantia no orçamento. Assim será para o casal de aposentados Luiz Diaz da Costa e Alzira Andreato da Costa, ambos de 74 anos.

Aposentado há 38 anos, o ex-metalúrgico disse que o benefício é aguardado com ansiedade porque será utilizado para pagar contas e ajudar alguns integrantes da família. “Quando a gente trabalha temos um orçamento fixo e sabemos como gastá-lo, inclusive com lazer, mas com a aposentadoria temos que repensar como e onde gastar.”

Ela lamenta que o valor do benefício não seja condizente com o volume de despesas. “Nosso dinheiro foi desvalorizado, por isso temos que saber organizar as contas”, comenta seu Luiz, que começa a receber em setembro.

A pensionista e costureira Iracema Lemos dos Santos, de 73 anos e o marido Alicio Kiil, de 69 anos, terão o direito ao pagamento. Ela como pensionista e ele como aposentado.

Ambos já sabem o que fazer com a renda extra. “Eu guardo o dinheiro para comemorar o Natal com minhas filhas e comprar os presentes que não podem faltar”, confessa a costureira, que terá o benefício depositado em conta. O marido completa. “Utilizo para meus passeios e compras que vão aparecendo”, comenta.

De acordo com o economista Mariland Righi, pagar as dívidas ou tudo aquilo sobre o qual está rendendo juros é sempre mais interessante do quer sair gastando o dinheiro. “Guardar um pouco, se possível, pois as incertezas são grandes. Outra dica é não “torrar” em consumo desenfreado e principalmente não se aventurar em aplicações de risco porque o valor das aposentadorias são muito pequeno”, lembra o economista reforçando que na cidade são 62.157 aposentados e 92.188 beneficiários da Previdência Social.

A segunda parcela do 13º salário será paga junto com o benefício de novembro, segundo o decreto presidencial. O pagamento será entre 26 de novembro e 7 de dezembro, também de acordo com o valor e com o número do benefício.


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/parcela-do-13o-deve-injetar-r-80-mi-na-economia-local/
Desenvolvido por CIJUN