Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Pátios abrigam mais de 900 veículos abandonados

| 14/05/2014 | 22:07

Mais da metade dos veículos apreendidos e levados aos pátios de Jundiaí não é resgatada pelos proprietários. Há seis meses sem leilões para desocupá-los, esses locais estão abarrotados. O proprietário de um desses pátios, Itamar Gastaldo, já tem 900 veículos guardados em três lugares distintos. “Precisamos de um leilão para abrir espaço. Sem contar nos riscos até mesmo de dengue. Quanto mais cheio, mais perigoso.”

De acordo com Itamar, 90% dos veículos são guinchados por problemas administrativos, como acúmulo de multas, não pagamento de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). “Nem as financeiras querem recolhê-los, porque não têm onde guardar”, destaca.

Gerente de outro pátio em Jundiaí, Adriana Geraldo sentiu, este ano, um aumento de 20% no número de veículos em relação ao que costumava receber em 2013. “Por dia recebemos de 8 a 12 carros e motos.” Adriana explica que geralmente os leilões – promovidos pelo Detran.SP (Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo) – ocorrem a cada três meses e a procura é grande. “Não costuma sobrar nenhum veículo quando há leilão.”

A cada leilão, a gerente consegue se desfazer de pelo menos 300 veículos. “Metade dos carros que recebemos não são retirados. Mas em motocicletas o número é maior, pelo menos 70% dos proprietários nunca aparecem no pátio.”


Só peças – 
Os carros ou motocicletas leiloados saem do pátio sem documentação e placa. “Cortam os seis últimos números do chassi para inutilizá-lo. Quem compra só pode usar as peças e não revender ou sair dirigindo o veículo. Vai para ferro velho”, diz Adriana Geraldo.

Parte do valor arrecadado é destinado ao pátio, mas, segundo os proprietários, o valor não cobre seus gastos. “Temos carros cujo valor da estadia já ultrapassa R$ 2 mil. Não recebemos isso quando ele é leiloado, mas pelo menos pagam uma parte do nosso custo”, acrescenta. “Mas a gente tem prejuízo, com certeza. Em média, nem o custo do guincho é pago”, diz Itamar Gastaldo.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/patios-abrigam-mais-de-900-veiculos-abandonados/
Desenvolvido por CIJUN