Jundiaí

Paulista: Na longa estrada da ‘Bezinha’, muita música e boas resenhas


T_Viagem do Paulista para Marília (13)
Crédito: Reprodução/Internet
A união foi a palavra-chave no elenco do Paulista para a conquista do acesso à Série A3. Todo atleta sempre foi bem recebido no grupo, se entrosava rapidamente dentro e fora do campo, Nas longas viagens pelo interior, o entrosamento se mostrou ainda maior. “Na volta de Tupã, a gente empatou lá e acabei sendo expulso. A gente voltou fazendo pagode e os atletas faziam rimas sobre a minha expulsão, me chamando de ‘karate-kid’, e rindo muito”, conta o goleiro Matheus Lopes. “Quando a gente sai vitorioso, as resenhas e brincadeiras são ainda maiores, mas sempre sadias”, lembra João Paulo. “Tem duas figuras no grupo que deveriam ser profissionais da música. A facilidade que o Gabriel Terra e o João Paulo têm para improvisar versos é incrível. Não tem um que não dê risada”, diz Marcão, diretor administrativo do clube. “O nosso grupo é muito unido. Tem muito moleque, sub-23, que ajuda a gente. Se o grupo está unido, ajuda dentro de campo”, afirma o meia Pedro Demarchi, que mesmo suspenso viajou ontem (24) com a delegação para Assis, onde o time ficará concentrado até sábado (26), para o jogo contra o Marília, às 19h30, no estádio Bento de Abreu. Os jogadores sabem a importância de terem conquistado o acesso pelo Tricolor. “Para mim, isso representa tudo. Tenho pouco tempo de currículo no campo. O Paulista é gigante e merece sair dessa situação”, diz Matheus Lopes. “Conquistar o acesso em um clube de tradição como o Paulista é gratificante e ter o nosso nome na história do clube, mais ainda”, afirma o lateral Yan. “Aqui é uma torcida muito apaixonada, fanática e a gente está retribuindo esse carinho dentro de campo”, lembra o atacante Edinan. Agora, todos vão em busca da taça para entrar de vez na história do Galo. “Esse grupo merece elogios. Muitos dos jogadores passaram a conhecer a história do clube e o respeitam ainda mais agora”, comenta Marcão. Equipe Com dúvidas, o técnico Edison Fio ainda não definiu o time para a primeira partida da decisão da ‘Bezinha’, em Marília. O zagueiro João Paulo e o meia Matheus Morais, lesionados, são dúvida e podem não jogar. A escalação somente será definida no treino de hoje (25), em Assis. Caravana Uma caravana para Marília está sendo montada pela Raça Tricolor. A saída será no sábado (26), às 12h do estádio Jayme Cintra e 12h15 da avenida Jundiaí. A passagem de ônibus custa R$ 40. Contatos para reserva: 11 93028-1511 com Vínicius, 11 97508-4346 com Renan e 11 97445-2751 com Rodrigo.

Notícias relevantes: