Jundiaí

Pessoa com deficiência já chega a 24% da população de Jundiaí


2014-09-19_22-00-21_1
Crédito: Reprodução/Internet

Neste domingo (21), será celebrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência e o objetivo é reforçar a importância da criação de políticas públicas para que o portador tenha condições de entrar no mercado de trabalho e acesso a todos os lugares sem precisar de ajuda. Em Jundiaí, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), pelo menos 80 mil pessoas têm algum tipo de deficiência e por isso o trabalho das coordenadorias e das associações de classe é oferecer a este público condições de transitar pela cidade com segurança.

E isso o que espera o cadeirante Eduardo Borges de Carvalho, do Jardim Copacabana, que não consegue sair de casa por conta da falta de pavimentação em sua rua. A dificuldade, inclusive, é de sair de casa para pegar ônibus. O responsável pela Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, órgão ligado a Prefeitura de Jundiaí, Reinaldo Fernandes, diz que as ações na cidade estão sendo feitas para oferecer segurança e qualidade de vida às pessoas com deficiência. Um deles é a reforma de 80 quilômetros de calçada. 

Neste sábado, às 9h, em frente ao Museu Histórico e Cultural de Jundiaí - Solar do Barão, acontece um ato público na cidade para reforçar ainda mais a importância da participação do deficiente na sociedade. O evento contará, ainda, com a participação de grupos teatrais que irão percorrer as ruas centrais fazendo performances e lembrando a importância do respeito e da inclusão. 

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí deste sábado (20)


Notícias relevantes: