Jundiaí

Pizzaiolo faz bico com ‘raspadinha’ na Ponte São João


VENDEDOR DE RASPADINHA DANILO FERREIRA
Crédito: Reprodução/Internet
Marcos Danilo Ferreira, de 27 anos, pizzaiolo à noite, decidiu vender ‘raspadinhas’ durante o dia para “fazer um dinheirinho extra”, como ele mesmo explica. Quem anda pelas principais ruas da Ponte São João, pode encontrar o potiguar com seu carrinho ambulante, refrescando os amantes da tradicional bebida. O pizzaiolo conta que saiu do Rio Grande do Norte aos 17 anos e veio com a família para Jundiaí. Na época do ensino médio, conheceu um senhor que vendia ‘raspadinha’ em frente à sua escola e aquilo despertou sua curiosidade. E, incentivado pelo exemplo, alguns anos depois começou a trabalhar com o seu próprio carrinho ambulante. Hoje, Danilo circula por vários pontos no bairro e para nos locais e horários de maior movimento. “Eu ando pelas ruas do bairro, mas costumo parar em frente à Escola Municipal Pedro de Oliveira ou em frente ao banco. Faço isso há pouco mais de um ano”, explica o vendedor. Alceu Silveira, de 43 anos, é taxista e aproveitou que estava passando pelo local para tomar um degustar um copo de ‘raspadinha’. “É difícil achar ‘raspadinha’ hoje em dia. Quando vejo alguém vendendo, sempre paro e peço um copo pelo menos. Essa sensação me remete à minha infância, aos bons tempos de escola”, declarou Alceu. Danilo vende as ‘raspadinhas’ de 300 ml por R$ 4 e as de 400 ml, por R$ 5. “Aqui eu tenho de tudo. Tem ‘raspadinha’ de groselha, maracujá, céu azul, tem água, refrigerante. Temos de tudo para atender bem aos clientes”, concluiu.

Notícias relevantes: