Jundiaí

Polícia descobre cemitério clandestino


T_cemitério_clandestino1
Crédito: Reprodução/Internet
Guardas Municipais de Jundiaí encontraram na tarde de ontem (29) quatro corpos enterrados em covas de um possível cemitério clandestino às margens do Rio Jundiaí, na região do Bairro Engordadouro. A descoberta foi possível depois que funcionários da DAE, que realizavam um trabalho de manutenção de tubulação, desconfiaram de que um corpo estaria enterrado no local. Segundo informou a assessoria de imprensa da GM, os funcionários ligaram para a Guarda e uma equipe foi até o local, confirmando o primeiro corpo. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil também foram acionados e decidiram fazer uma busca próximo de onde o primeiro corpo havia sido encontrado, uma vez que também havia indícios de terra mexida. E numa mesma cova os agentes encontraram outros três corpos. A polícia científica também foi acionada. Pelo menos três dos corpos encontrados tinham tatuagens, que serão usadas pela Polícia durante as investigações para tentar descobrir a identidade das vítimas. Recentemente foram registrados boletins de ocorrência de pessoas desaparecidas na Polícia Civil de Jundiaí. A partir daí a Polícia Civil vai tentar saber se correspondem aos corpos encontrados. O caso foi registrado no 2º DP, que tem como titular Osvaldo Roberto Cândido. As vítimas, todos homens, foram mortas depois de amarradas, vendadas e amordaçadas, o que, para a polícia, pode significar que tenham sido executados. Não está descartado que seja uma ação de um possível tribunal do crime. Hoje a Polícia deve voltar ao local para vasculhar a área e tentar descobrir se há mais corpos enterrados.

Notícias relevantes: