Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polytheama faz alerta para venda ilícita de ingressos

COLABORAÇÃO DE GRAZIELLY COELHO | 22/06/2019 | 05:02

Neste mês de junho, o Teatro Polytheama, de Jundiaí, presenciou dois episódios de munícipes que foram vítimas de vendas de ingressos fraudulentos para entrada de shows que acontecem na casa de espetáculos.

O primeiro episódio aconteceu na sexta-feira, 7, no show da cantora e compositora Paula Toller. Uma visitante chegou ao local com dois ingressos que foram comprados em um site que não possui a autorização da direção e produção do Teatro. Ao declarar que não estava informada dessa questão, a produção do show liberou a entrada do casal, por se tratar de um caso pontual e ser o primeiro registrado ao longo dos anos de existência da casa.

Já na última quinta-feira (20), o Polytheama recebeu, de uma outra moradora da cidade, uma notificação alertando que a mesma operadora que não possuía autorização para vender os ingressos do show que aconteceu no início do mês, está vendendo entradas para o espetáculo do cantor Almir Sater, em agosto. No mesmo dia, a Unidade de Gestão de Cultura (UGC) divulgou uma nota de alerta afirmando que a única operadora oficial de vendas de ingressos para espetáculos no Teatro Polytheama é a Ingresso Rápido.

De acordo com Wagner Nacarato, diretor do Teatro Polytheama, não serão mais permitidas entradas na casa com ingressos que não sejam comprados através da plataforma Ingresso Rápido. “Não vamos mais permitir essas entradas pois nós acabamos sendo lesados e a produção também, então emitimos uma nota para que as pessoas percebam e tomem cuidados com esses ingressos que estão sendo vendendo de maneira ilícita”, explica Wagner. Além disso, o diretor também declarou que todas as informações sobre o Teatro podem ser confirmadas através do site oficial ou das redes sociais. Na próxima segunda-feira, 24, o Polytheama vai recorrer às medidas judiciais necessárias para resolução do problema.

De acordo com a UGC, as compras feitas por meio de plataformas fraudulentas, além do prejuízo financeiro, podem ocasionar frustração do consumidor, sobre os quais o Teatro não se responsabiliza. Além das compras online, os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro, que fica na rua Barão de Jundiaí, 176, Centro, e funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h, somente em dias de espetáculo.

Nacarato diz que só serão aceitos ingressos de plataformas autorizadas


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/polytheama-faz-alerta-para-venda-ilicita-de-ingressos/
Desenvolvido por CIJUN