Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polytheama traz programação especial de aniversário de Jundiaí

DA REDAÇÃO | 14/12/2019 | 05:00

Para comemorar os aniversários de 364 anos de Jundiaí e os 108 anos do Polytheama, o teatro preparou uma programação especial para o mês de dezembro, que trouxe espetáculos de dança, música, cantata e teatro.

Neste sábado, 14, às 20h, o Coral Municipal, Orquestra Municipal de Jundiaí (OMJ), Cia. de Teatro e Cia. Jovem de Dança se unem para uma apresentação especial em homenagem aos aniversariantes, o “Clássicos em Movimento”.

O público irá se surpreender com as encenações e reproduções das telas e dos afrescos de grandes nomes renascentistas e barrocos, como Michelangelo, Caravaggio e Da Vinci, tudo isso ao som de repertório de peso, com canções natalinas e concertos barrocos, como Oratório de Natal de Bach, concertos de Händel e Vivaldi e os clássicos Gloria in Excelsis Deo e Adeste Fidelis.

O espetáculo tem a concepção de Carla Candiotto (também responsável pela direção geral), Alex Soares, Claudia Feres e Vasti Atique, diretores dos corpos artísticos, e de Wagner Nacarato, diretor do Departamento de Teatros da UGC. Participam também como convidados especiais o Coral Madrigal Vivace de Jundiaí, o grupo Ars Antiqua e o barítono Vinícius Atique.

O teatro
Em latim, poly significa muitos e, theama, de origem grega, espetáculo. Lugar de muitos espetáculos, o Teatro Polythema de Jundiaí chama a atenção não só pelo tamanho – são 1124 lugares – mas por sua história. Construído em 1911, o prédio centenário faz parte do patrimônio histórico estadual, tombado pelo Condephaat. Para o conselho, o teatro tem arquitetura única no Estado, além de grande expressividade histórica.

Tradição e vanguarda passaram por seu palco, que se revela como um espaço democrático, ocupado por grandes espetáculos nacionais e internacionais, como também pela produção cultural local, que encontra abrigo e plateia para sua arte. Nestes mais de cem anos, o Polytheama passou por altos e baixos. Em 1920 era considerado o maior teatro do Estado de São Paulo. Na década de 50 viveu um período de crise e chegou a ser colocado à venda nos anos 70. No início da década de 80 passou a integrar o patrimônio público da cidade. Após passar por um processo de recuperação, em 1996, retomou suas atividades.

O diretor do teatro Wagner Nacarato ressalta a importância do Polytheama tanto pela questão histórica quanto cultural da cidade. “São 108 anos de história. É um prédio que estava em ruínas e foi reconstruído e hoje se tornou referência para a cidade e para a região. O Polytheama é um oásis dentro da cidade, onde as pessoas podem vir desfrutar dos eventos e espetáculos.”

Em plena forma, o Polytheama conseguiu nos últimos anos reconstituir suas companhias de dança e teatro, além de manter, há nove anos, a Orquestra Municipal de Jundiaí, sob regência de Claudia Feres.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/polytheama-traz-programacao-especial-de-aniversario-de-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN