Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Portugal vira ‘destino desejado’ de muitos estudantes brasileiros

Vinicius Scarton - vscarton@jj.com.br | 11/03/2018 | 06:00

A vida na Europa e a possibilidade de conhecer uma nova cultura são alguns fatores preponderantes para brasileiros que desejam estudar em Portugal. Em 2017, apenas no estado de São Paulo, a solicitação de visto para estudar naquele país aumentou 35%, em comparação ao ano de 2016.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos

Outro dado interessante do Consulado Geral de Portugal em São Paulo demonstra que os brasileiros já representam cerca de 30% dos estrangeiros nas universidades lusitanas.

Desde 2014, Portugal e Brasil vêm firmando uma série de convênios para que a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seja considerada para o ingresso em instituições de ensino do país da Península Ibérica, totalizando até o momento 28 universidades e institutos que aceitam a nota do Enem.

Dentro deste perfil, o morador de Jundiaí e auxiliar de produção e expedição Flavio Luiz Bortolo Júnior, de 21 anos, também pretende cursar o ensino superior em terras portuguesas.

“Tenho a intenção de alcançar um bom rendimento na prova do Enem e utilizar o benefício para estudar na Universidade de Coimbra, uma das mais antigas do mundo”, declara o jovem. Júnior ressaltou que ainda está em dúvida sobre a escolha do curso. “Estou entre três opções: Medicina, Gastronomia ou Relações Públicas. Ainda não defini qual será o meu caminho”.

Motivos

O morador de Jundiaí destacou os motivos pelos quais deseja estudar em Portugal. “Nos últimos dois anos estive em um serviço missionário voluntário em Portugal, através da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Trata-se de um país hospitaleiro, que mantém suas raízes e possui uma cultura bem interessante”, conta

O auxiliar de produção e expedição afirmou ainda que conhece muito bem a região Norte de Portugal. “Tive a oportunidade de transitar por Santarém, Porto, Coimbra e Braga, entre outras localidades. O país é fantástico. Não possui um território tão extenso, mas oferece ótimo serviço na área de saúde e o transporte público é excelente”.

Com todos os adjetivos usados pelo estudante brasileiro, a história de Flavio Luiz Bortolo Júnior está traçada para um futuro promissor, mas que não deve ter continuidade em terras portuguesas. “Após a conclusão do ensino superior, pretendo seguir para outro destino. Tenho desejo de cursar pós-graduação nos Estados Unidos e viver por lá”, finaliza o jundiaiense de 21 anos.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/portugal-vira-destino-desejado-de-muitos-estudantes-brasileiros/
Desenvolvido por CIJUN