Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Preço do bacalhau cai e impulsiona vendas

COLABORAÇÃO DE FELIPE CARDOSO | 20/03/2019 | 05:03

Nem só de ovos de chocolate se vive na época da Páscoa. Para as pessoas que adotam os 40 dias de Quaresma ou os que seguem as restrições em relação ao consumo de carne vermelha, os peixes são os preferidos para as refeições, especialmente na Semana Santa.

Em Jundiaí, além dos ovos de chocolate que enfeitam os corredores dos supermercados, o comércio de pescados também já começa a sentir o aumento nas vendas do bacalhau. Um dos pratos mais famosos da culinária portuguesa, é o produto mais procurado pelos consumidores nesta época do ano. Como conta Vladimir Colepicolo, proprietário de um empório de comidas localizado no Mercadão da Vila Arens. “A procura maior é pelo bacalhau e acontece o ano todo. Porém, as vendas sempre aumentam bastante depois do Carnaval, conforme vai se aproximando a Semana Santa”, explicou.

Segundo o proprietário, a grande demanda nesta época do ano é favorável até para o consumidor, pois os preços costumam ficar menores do que o normal. “Com essa demanda conseguimos baixar os valores. O quilo do bacalhau em filés baixou de R$ 97 para R$ 89. Já o lombo de bacalhau passou de R$130 para R$ 115. Bacalhau desfiado e o dessalgado também irão ficar mais em conta”, afirmou.

Para Vladimir Colepicolo, a expectativa para esta época do ano é sempre positiva e em 2019 deve ser ainda melhor. “Ano passado as vendas foram muito bem e este ano os preços estão ainda mais baixos do que 2018, então a expectativa é que tenhamos um bom volume nas venda do bacalhau”, analisa o proprietário.

Com a aproximação da Semana Santa, outros produtos também registram aumento de vendas. “O pessoal aproveita que leva o peixe e acaba levando azeite e potes de azeitona, por exemplo”, explica o comerciante.

VENDA DE BACALHAU


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/preco-do-bacalhau-cai-e-impulsiona-vendas/
Desenvolvido por CIJUN