Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Prefeitura de Jundiaí pretende tirar SOS do Centro

VINICIUS SCARTON | 27/12/2018 | 05:00

A Prefeitura de Jundiaí pretende transferir o Serviço de Obras Sociais (SOS) instalado na rua Prudente de Moraes, no Centro da cidade, para outra localidade, mas revela que tem encontrado dificuldade na procura por um imóvel, enfrentando resistência de proprietários de imóveis.

O fato ganhou repercussão na cidade depois do prefeito Luiz Fernando Machado manifestar a intenção em uma live nas redes sociais. Em nota, a assessoria de imprensa da Prefeitura, por meio da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) esclarece que a saída do SOS da rua Prudente de Moraes é um dos objetivos da Unidade de Gestão e que a procura por um imóvel para a mudança do serviço está em andamento, todavia com dificuldade, tendo em vista os obstáculos na identificação de um local adequado (no que diz respeito à estrutura e à localização) e a resistência dos proprietários de imóveis em relação à atividade pretendida, que é o acolhimento de pessoas em situação de rua.

Questionado sobre a informação, o gerente do SOS, Nilson Roberto Begiato afirma que aguarda a indicação de um local considerado adequado. “Todas as vezes em que estive com o prefeito ele sempre manifestou esse desejo”, confirma. De acordo com Begiato, recentemente o SOS passou por algumas mudanças. “O espaço foi renovado, está bem higienizado e conseguimos realizar um bom trabalho neste local. Mas ainda não estamos no local mais adequado e, de fato, a dificuldade é encontrar esse lugar, tendo em vista que a política nacional preconiza que o serviço de casa de passagem ocorra na região central do município ou até mesmo no centro expandido”, detalha.

Nas redondezas do SOS, moradores afirmam que contam as horas para a mudança de endereço da entidade. De acordo com a auxiliar administrativa Juliana Cristina da Cruz, 37 anos, a situação já passou dos limites. “Os atendidos pela entidade vivem brigando na rua, incomodando quem mora por aqui. Perdemos a privacidade, pois este tipo de situação acontece em qualquer horário”, desabafa.

Já a diretora administrativa Natália Dantas, 31 anos, diz que os usuários do SOS estão incomodando quem vive nesta localidade. “E por isso sou favorável a mudança de endereço da entidade, pois não temos mais paz e tranquilidade por aqui. Os usuários vivem pedindo as coisas e para piorar estão fazendo sexo na rua, sem a menor preocupação”, relata. Sobre as reclamações dos moradores, Begiato afirma que tem ciência dos acontecimentos. “Para onde quer que a entidade vá, sempre iremos lidar com esse tipo de situação. Penso que a sociedade precisa entender a importância do trabalho”, ressalta.

O SOS é uma organização da sociedade civil, que atende a população em situação de rua há mais de meio século e está instalada na rua Prudente de Moraes há três anos. Possui um termo de colaboração com a Prefeitura, atuando como casa de passagem e oferecendo acolhimento para moradores em situação de rua, no prazo de até três meses e na atualidade o atendimento beneficia 32 usuários.

SAIDA DO SOS NA RUA PRUDENTE DE MORAES


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/prefeitura-de-jundiai-pretende-tirar-sos-do-centro/
Desenvolvido por CIJUN