Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Prefeitura destina EIV para reforma de espaço da ortopedia

DA REDAÇÃO | 20/01/2019 | 05:00

Com o objetivo de melhorar a ambiência para o atendimento ortopédico do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), a Prefeitura de Jundiaí destina R$ 430.223.12 de contrapartida de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) de empreendimento imobiliário para a reforma e adequação de espaço destinado para o Ambulatório de Ortopedia.

A especialidade, que é referência para toda a Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ) – com mais de 800 mil pessoas – registra quase 5 mil atendimentos por mês entre Pronto-Socorro e Ambulatório. Com a reforma, os atendimentos serão separados para melhorar a ambiência e oferecer maior conforto para todos os usuários.

“A saúde, como já é de conhecimento, é uma prioridade para a nossa administração. A destinação do EIV foi uma ferramenta usada para que os investimentos necessários sejam feitos, sempre com o objetivo de melhorar e qualificar o atendimento da população. O Hospital São Vicente é o único em alta complexidade que atende os casos ortopédicos de toda a nossa região, inclusive os de outros municípios, já que os acidentes nas rodovias também são encaminhados para cá. Com planejamento e organização temos conseguido avançar e ainda temos muitas outras melhorias já planejadas para a Saúde, para os próximos meses”, explica o prefeito Luiz Fernando Machado.

O prédio centenário teve a obra iniciada no último dia 7, com a previsão de entrega ainda no primeiro semestre deste ano. São 127 metros quadrados que serão totalmente reformados para a instalação do Ambulatório de Ortopedia, com recepção, três consultórios, sala de prescrição médica, espaço para copa/café e banheiros (masculino/feminino e acessível). No espaço serão realizados trabalhos de demolição, remoção de entulho, troca de piso, instalação de forro, substituição de caixilhos e portas, além de novas instalações hidráulicas/esgoto e elétrica além dos gases medicinais e ar condicionado.

“Esse novo espaço servirá para o melhor acolhimento dos pacientes em atendimento de cirurgia. Essas pessoas passam vários meses entre consultas, trocas de curativos e retornos. Desta forma, esse atendimento ficará separado do Pronto-Socorro. São mudanças de espaço que favorecem a todos, já que ampliará o espaço, proporcionando melhor acolhimento, ou seja, promovendo ainda mais a humanização no complexo”, detalha o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera.

Os dados estatísticos do hospital são expressivos, já que a média de atendimento da Ortopedia é de 4.804 atendimentos, sendo 3.214 atendimentos no Pronto-Socorro e 1.563 no Ambulatório, em 2018, por mês. “Esta obra vai oferecer muitos benefícios do ponto de vista de humanização e assistencial. Vai melhorar o ambiente para toda a equipe médica, de enfermagem e até para a recepção, mas sem dúvida quem vai ganhar é o paciente”, disse Dr. Rogério Savoy, médico da equipe de ortopedia.

De acordo com o superintendente do HSVP, Matheus Gomes, no ano de 2018 foram realizadas 220 cirurgias ortopédicas por mês, número 10% maior que nos anos anteriores e corresponde a 40% do volume total de cirurgias do complexo. “Esse pleito da separação dos atendimentos ortopédicos é antigo, e só foi possível a partir da parceria com a Prefeitura de Jundiaí. Ainda será feita a aquisição do mobiliário para o novo espaço, totalmente adequado à acessibilidade para oferecer o melhor serviço para os usuários”, argumenta.

Melhorias comemoradas

Tamara Pereira, 27 anos, sofreu acidente de moto e precisou passar por cirurgia. “O atendimento do Hospital São Vicente foi rápido. Fiz cirurgia e curativo, tudo aqui. O atendimento é perfeito. Essa separação melhorará ainda mais o atendimento, já que as pessoas que chegam com reclamações simples, não fiquem impactadas com aquelas que chegam com grandes ferimentos”, explica.

Matheus Junior da Silva, 16 anos, estudante, quebrou um dos dedos da mão esquerda após uma queda. Ele estava na casa de um amigo, andando com meias num piso liso e escorregou. “Ainda bem que não precisei fazer cirurgia. O médico me atendeu e disse que se não ficasse bom, teria de operar. Ainda bem que não vou precisar. Com essa separação de atendimento acredito que haverá até melhoria no tempo de espera”, comenta.

Marlene Aparecida AnzolinDalaqua, 60 anos, dona de casa, torceu o pé enquanto mexia num vaso de plantas do quintal. “O piso estava liso e acabei torcendo o pé. O atendimento do Hospital São Vicente é ótimo, com a separação as pessoas serão atendidas com maior conforto e mais rápido”, projeta a dona de casa, que foi levada pelo marido Reinaldo Vicente Dalaqua, aposentado. “A gente acompanha pela televisão e tem lugares que não têm a metade do que temos aqui, no São Vicente. A administração está de parabéns, ainda mais com essas reformas, que trarão ainda mais benefícios para quem precisa do atendimento”, comemora.

 

 


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/prefeitura-destina-eiv-para-reforma-de-espaco-da-ortopedia/
Desenvolvido por CIJUN