Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Prefeitura quer zerar fila de próteses e órteses em Jundiaí até o fim de 2018

VINÍCIUS SCARTON | 23/06/2018 | 05:30

A Prefeitura de Jundiaí vai investir R$ 750 mil na compra de órteses, próteses e cadeiras de rodas e de banho. Com isso, o Núcleo de Assistência à Pessoa com Deficiência (NAPD), da Unidade de Gestão e Promoção da Saúde de Jundiaí, estima que os 477 pacientes da fila de espera que aguardam o fornecimento desses equipamentos, além de calçados e palmilhas especiais, sejam atendidos até o final deste ano.

Segundo o gestor de Saúde, Tiago Texera, em alguns casos o prazo poderá ultrapassar o tempo estabelecido, por conta da confecção mais específica. “O objetivo desse investimento é equalizar a fila de espera, formada há dois anos”, confirma.

Texera explica, ainda, que o Núcleo de Assistência à Pessoa com Deficiência entrará em contato com cada paciente. “Em seguida, todos serão reavaliados em conformidade e os últimos da fila serão os primeiros a serem contemplados, pois aguardam há mais tempo”, afirma.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

Os pacientes que esperam pelos equipamentos de órtese, prótese e cadeiras de rodas serão chamados dentro de 30 dias, por ordem da fila. “Já os que aguardam o fornecimento de calçados e palmilhas serão chamados no prazo de 90 dias”, ressalta Texera.

O gestor salienta que a reavaliação dos pacientes também servirá para retirar medidas. “Através deste procedimento, a empresa responsável poderá confeccionar os equipamentos exclusivos e individuais.”

EXPECTATIVA
O morador de Jundiaí e líder de supermercado, Marcelo de Souza Barreto, de 48 anos, está na fila há quatro meses e já demonstra ansiedade pela notícia, pois a Prefeitura de Jundiaí informou à reportagem que ele será contemplado e, em breve, receberá uma nova prótese. “Estou muito feliz com essa notícia porque com isso terei mais mobilidade.”

Barreto teve parte da perna direita amputada aos 4 anos de idade, quando sofreu uma infecção hospitalar. “Por toda infância andei de muleta e somente com 20 anos passei a usar prótese.”

Ao longo desse período, ele conta que já trocou diversas vezes o equipamento. “No entanto, há cerca de um ano estou com uma prótese que já está desgastada, machucando o meu corpo.”

Foto: Alexandre Martins/Jornal de Jundiaí

Foto: Alexandre Martins/Jornal de Jundiaí


Leia mais sobre | | | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/prefeitura-quer-zerar-fila-de-proteses-e-orteses-em-jundiai-ate-o-fim-de-2018/
Desenvolvido por CIJUN