Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Profissionais buscam aprimoramento

DA REDAÇÃO | 09/05/2019 | 05:02

Com vocação voltada à qualificação profissional gratuita, engana-se quem pensa que o Fundo Social de Solidariedade (Funss) reúne, no curso de Pintura em Tela, apenas quem planeja atuar como artista plástico. Caricaturista há 10 anos, Jefferson Rodrigues Lourenço, morador na Vila Progresso, encontrou no Fundo Social a oportunidade de aprimorar o trabalho realizado.

Segundo ele, a maioria das peças encomendadas é feita com ferramentas digitais. Contudo, conhecer o conceito da arte tradicional é mais uma forma de pensar diferente durante o processo criativo: “No computador, a pincelada é perfeita, exatamente como desejamos: lisa ou com textura e cores muito precisas. Já na tela, no mundo real, ocorre de maneira contrária, ou seja, precisamos criar tudo, como a mistura dos tons e sombras, por exemplo. Por isso, percebo que as aulas me ajudam a planejar melhor cada etapa de criação”.

Além da caricatura, Jefferson começa a traçar novos caminhos profissionais e aposta nestes conhecimentos adquiridos como diferenciais. “Quero me tornar um ilustrador de games e acredito que conseguirei fortalecer o meu estilo artístico por meio destas técnicas aprendidas”.

O universo da tatuagem também busca qualificação e aperfeiçoamento. Com esse raciocínio, o tatuador Rafael Consoni Varela não pensou duas vezes e também garantiu a sua vaga na turma de pintura em tela. “Atualmente, as pessoas buscam as tattoos como arte e não, apenas, como um desenho no corpo. Este tipo de trabalho requer mais tempo e não é permitido errar, por isso se faz necessário estudar bastante”.

De acordo com Rafael, em São Paulo, há cursos voltados à pintura em tela que podem custar até R$ 400 por mês. A gratuidade desta capacitação oferecida pelo Funss, associada à qualidade do conteúdo ensinado e à localização, contribui, diretamente, no trabalho. “Consigo frequentar a aula em horário diferente dos meus agendamentos e aprendo técnicas importantes, uma vez que a tela é muito próxima da pele humana no que diz respeito a cores e sombras”, disse.

O curso de Pintura em Tela, oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade, é uma parceria com a Unidade de Gestão de Educação. O módulo conta com duas turmas realizadas na sede do Funss, sendo uma às segundas e outra às quintas-feiras. Há, ainda, um grupo descentralizado, que atende aos moradores da região do bairro Jundiaí-Mirim.

T_Funss_Rafael


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/profissionais-buscam-aprimoramento/
Desenvolvido por CIJUN