Jundiaí

Profissões que não podem parar


CORONA VIRUS ENFERMEIRA MARIA IVANETE RIBEIRO
Crédito: Reprodução/Internet
A orientação para evitar a contaminação do covid-19 é evitar a saída de casa para a população comum, porém algumas profissões, de áreas como saúde e de segurança, não podem parar e, para isso, esses profissionais precisam redobrar os cuidados de prevenção. De acordo com o gestor da Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM) de Jundiaí, Paulo Sérgio de Lemos Giacomelli Stel (Jacó), todos os guardas municipais foram orientados a seguir protocolos. “Estamos tomando todas as providências que estão ao nosso alcance. Uma médica da Vigilância Epidemiológica deu orientações aos guardas quanto a utilização de luvas, máscaras e álcool em gel. Além disso, as abordagens na rua são feitas somente quando necessárias, mantendo distância.” O gestor diz que neste período somente uma viatura está sendo utilizada para transportar os presos. “Logo após a condução do preso, ela é completamente higienizada para que possa ser usada novamente”, afirma. Qualquer guarda com sintomas do coronavírus está sendo afastado das funções. Em nota, a Polícia Militar informou que todo policial com suspeita de diagnóstico do covid-19 está devidamente afastado sob medidas de isolamento em sua residência. A corporação acompanha o quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário. A enfermeira Ivanete Ribeiro, que atende no Hospital Universitário (HU) conta que todos estão preocupados com a situação. “Estamos constantemente em contato com pessoas doentes e por isso usamos máscara cirúrgica para os atendimentos dos casos suspeitos conforme o protocolo do Ministério da Saúde. Estão sendo intensificadas a higienização das mãos, uso do álcool gel, higiene pessoal e evitamos aglomeração”, diz.

Notícias relevantes: