Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Programação do dia de Nossa Senhora é extensa

THIAGO AVALLONE | 09/10/2019 | 05:02

As celebrações do dia de Nossa Senhora Aparecida, no sábado (12), movimentam as igrejas e santuários na cidade desde a semana passada. No Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, na Vila Rami, a programação é extensa. Ao todo, 66 paróquias e padres de toda diocese, não apenas os de Jundiaí, foram convidados para comemorem juntos a data.

No sábado, a programação começa logo às 7 horas, com missa ministrada pela padre Márcio Felipe de Souza Alves, pároco da Catedral Nossa Senhora do Desterro. Às 10 horas, o bispo diocesano de Jundiaí, Dom Vicente Costa, conduz a segunda missa do dia. A terceira, às 15 horas, será com o padre Carlos Rafael Casarin, Pároco da Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens e Santo Antônio, de Louveira, e a última, às 17 horas, com o padre Alberto Simionato, pároco do próprio Santuário, que, ao final, vai tirar a imagem da santa do altar e dará início à procissão, com o acompanhamento dos fiéis.

“Essa imagem tem mais de 70 anos, é mais antiga que o Santuário. Nos últimos anos, os padres não tinham o costume de ir a pé e nem de tirar a imagem dali, por medo de algum acidente. Eles preferiam ir em cima de um carro ou de um caminhão, mas, este ano, eu decidi que tanto a imagem original quanto eu iremos a pé junto com as pessoas”, explica o padre Alberto, que está há oito meses como reitor do santuário diocesano.

As pessoas andarão pelas ruas da Vila Rami e voltarão ao Santuário, onde o dia vai ser encerrado com festa na tribuna Papa Bento XVI, para todos os fiéis.

A devota Jaqueline Borges estava ontem (8) no santuário com seu filho Bruno, de 1 ano. A jundiaiense contou que sempre que tem um tempo livre, ela vai com o filho para orar e agradecer.

“Sempre morei aqui, frequentava a igreja, mas não era devota de nenhum santo, até o dia que eu não estava muito bem, com muitos problemas e sem saber o que fazer da vida. Comecei a rezar e vi nitidamente a imagem de Nossa Senhora. Aquilo me despertou força e me trouxe fé de que tudo ia melhorar”, explica a devota.

“Normalmente os devotos recorrem aos santuários para agradecer ou fazer uma promessa em vista de alguma graça que desejam alcançar”, conta o padre Alberto.

HISTÓRIA
Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi proclamada Rainha do Brasil e Padroeira Oficial em 16 de julho de 1930, por decreto do Papa Pio e, 50 anos depois, foi decretado oficialmente que o dia 12 de outubro seria feriado oficial no país.


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/programacao-do-dia-de-nossa-senhora-e-extensa/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN