Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Projeto de revitalização do HSV mobiliza a sociedade

DA REDAÇÃO | 30/03/2019 | 05:00

Lançado na manhã de ontem e apresentado pelo prefeito Luiz Fernando Machado e pelo superintendente do HSV, Matheus Gomes, juntamente com o bispo Diocesano, dom Vicente Costa. e Sociedade São Vicente de Paulo, o projeto “Acolha um Quarto, Conforte Vidas”, mobiliza a sociedade para a melhoria dos 72 quartos do Hospital São Vicente de Paulo (HSV). Com custo estimado em pouco mais de R$ 7 milhões e regulamento disponível no site do HSV, o projeto está aberto para os interessados em colaborar com doção de recursos para a remodelação 72 quartos inteiros ou cotas, disponíveis para pessoas físicas, grupos ou empresas.
Com o auditório do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Jundiaí lotado, empresários conheceram a iniciativa, que prioriza a humanização do atendimento no âmbito hospitalar no único equipamento de alta complexidade e referência em cardiologia, neurologia, ortopedia e oncologia da região de Jundiaí. “O HSV é um hospital que conta com a melhor equipe técnica disponível. Quem atende aqui, atende nos hospitais particulares de São Paulo, como Sírio Libanês e Albert Einstein. É papel da prefeitura mobilizar a sociedade para uma parceria direcionada à melhoria do equipamento, que é centenário e referência para toda uma região em alta complexidade. É com grande satisfação que percebemos a mobilização da iniciativa privada interessada em contribuir para a construção de espaços mais acolhedores para o atendimento de toda a população”, argumentou o prefeito Luiz Fernando Machado.
A intenção do projeto, articulado pelo HSV e Rede Jundiaí de Cooperação, em parceria com alguns segmentos da sociedade, é modernizar os quartos e respectivos banheiros do HSV, estabelecendo uma padronização por meio da troca de portas, pisos, azulejos, revestimentos, pintura, cortinas, itens para banheiro, iluminação, mobiliário, ar-condicionado e kit leito (cama elétrica, régua multifuncional, poltrona de acompanhante, divisória e bandeja de refeição), além de pequenas intervenções.
A revitalização contempla diferentes setores do HSV: Clínica Feminina (13 quartos), Clínica Masculina (14 quartos), Clínica Cirúrgica 1 (15 quartos), Clínica Cirúrgica 2 (5 quartos), Clínica Ortopedia (9 quartos), Clínica Mista (9 quartos) e Pronto-Socorro Adulto (7 quartos). Cada modelo de quarto tem um custo estipulado para a reforma, variando de R$ 36,5 mil até R$ 409,5 mil, conforme a quantidade de leitos existentes em cada. Além da adoção dos quartos completos, é possível doar por meio de cotas de R$ 25 mil (cota Pulmão) e R$ 50 (cota Coração) para pessoas jurídicas e R$ 3 mil para pessoas físicas (cota Anjo).
As doações serão feitas diretamente numa conta do HSV vinculada ao projeto. Todas as informações podem ser consultadas no Regulamento no site: www.hsvicente.org.br. A revitalização se dará de maneira gradual, respeitando as Normas Regulamentadoras do Ministério da Saúde. As entregas dos quartos revitalizados ocorrerão conforme o término das obras, com duração de 12 meses. Uma comissão do Projeto foi composta para garantir toda a transparência e haverá prestação de contas de todas as doações.
O projeto arquitetônico de todos os ambientes foi elaborado e doado por 10 arquitetas de Jundiaí, que fazem parte do grupo ‘Um Tijolo por Dia’ e que acompanharão a execução dos trabalhos. Esta é considerada a primeira doação, no valor de R$ 150 mil.
As empresas Roca Brasil e Deca se comprometeram a doar louças e metais, cada uma para 36 banheiros. Os pisos e revestimentos serão doados pela Roca Brasil. A Duratex também se comprometeu em doar painéis em MDF e a Astra doará acessórios para 72 banheiros. Outros empresários se manifestaram a participar da mobilização, como o Tauste Supermercados.

Dados
No ano passado, a Prefeitura de Jundiaí aportou R$ 160 milhões ao HSV a partir dos convênios firmados. O custo total do complexo foi de R$ 200 milhões para o atendimento de 23 mil pessoas por mês, realização de 7 mil cirurgias no ano e manutenção do corpo técnico formado por 246 médicos e 1,7 mil funcionários.
“O Hospital São Vicente de Paulo é mais que o hospital de referência para atendimento em alta complexidade para toda a região de Jundiaí, com mais de 800 mil habitantes. Guarda a história centenária de uma população sem deixar de lado a inovação, com índices cada vez mais expressivos na qualidade no atendimento – 85% de satisfação entre os usuários – e resolutividade – mais resolutivo de todo o Estado (95%). A melhoria na estrutura garantirá maior conforto para os atendidos, com serviço de excelência do corpo técnico”, comenta Matheus Gomes.
Também participaram do evento os gestores e diretores das Unidades de Gestão da Prefeitura de Jundiaí, além dos vereadores Faouaz Taha, presidente da Câmara, Gustavo Martinelli, Cícero Camargo da Silva, Romildo Antonio da Silva, Valdeci Matheus e Douglas Medeiros.

T_HSVP1


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/projeto-de-revitalizacao-do-hsv-mobiliza-a-sociedade/
Desenvolvido por CIJUN