Jundiaí

Queda já chega aos postos de combustíveis de Jundiaí


BAIXA NO PRECO DOS COMBUSTIVEIS EDVIRGES MOREIRA
Crédito: Reprodução/Internet
Por reflexo da queda internacional do preço do petróleo, desde o último dia 13 a Petrobras abaixou 9,5% no preço da gasolina e 6,5% do diesel. Além da primeira queda houve outros reajustes, por conta da pandemia do coronavírus, como medidas econômicas e, principalmente, por conta da queda internacional do petróleo. Na última quarta-feira (25) entrou em vigor um novo corte no preço da gasolina. A redução chegou a mais de 15% no valor do combustível nas refinarias e o reflexo chegou aos postos e já foi percebido pelos consumidores. “Há aproximadamente 10 dias o preço vem caindo”, diz a gerente de um posto de gasolina na avenida Antônio Frederico Ozanam, Vanessa Moreno. Ela conta que os preços são um atrativo para o consumidor e o fluxo de clientes parece um pouco melhor do que o visto nos últimos dias nos postos. “Mesmo com a queda do preço, o movimento caiu e acredito que tenha sido por conta das medidas adotadas como prevenção ao contágio do coronavírus. Para os clientes, quanto menor o valor no combustível, melhor para o bolso. A servidora pública aposentada Edwirges Moreira percebeu o preço baixo mesmo antes da pandemia do coronavírus. “O preço está muito bom aqui em Jundiaí. Cheguei de Votuporanga ontem (na quarta) e lá estava mais caro. Eu espero que continue justo, porque isso não é baixo e sim justo. Os nossos impostos são muito caros”, desabafa a consumidora. Mesmo com as quedas dos últimos dias, a gerente Vanessa não acredita em mais reduções. “Os postos conseguiram baixar os preços no limite, mas não acredito que haja mais descontos”, diz.

Notícias relevantes: