Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Queimadas aumentam 92% em relação à 2013

| 22/05/2014 | 05:00
Em reunião realizada no Ministério Público de Jundiaí (MP), na tarde de quarta-feira (21), representantes do 19º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jundiaí informaram que o número de queimadas neste ano está 92% superior ao mesmo período do ano passado. 

Além do Corpo de Bombeiros, a reunião contou com representantes da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente da Prefeitura de Jundiaí, Cetesb, Polícia Militar Ambiental e Polícia Civil, que a convite do promotor público do meio ambiente de Jundiaí, Claudemir Battalini, buscavam soluções em conjunto para o combate às queimadas.

De janeiro a abril deste ano, 117 ocorrências foram registradas, sendo 41 em terrenos baldios e 76 em vegetações. No mesmo período de 2013, foram 61 nos dois tipos de coberturas vegetais. Os bairros mais atingidos – como o Medeiros e o Traviú – são regiões com muita vegetação e terrenos sem construções, além de serem locais próximos à Serra do Japi. 

“O trabalho em conjunto já existe, mas a iniciativa do encontro é integrar as forças e articular ações para combater incêndios nos terrenos e minimizar os danos ao meio ambiente”, afirma Battalini. O promotor também garante que os encontros continuarão acontecendo. “Queremos traçar mecanismos para que os bombeiros atendam as ocorrências, mas que contem com o suporte da Defesa Civil, GM e PM.”

Estiagem
Major do Corpo de Bombeiros de Jundiaí, Eduardo Tavares revela que o início do ano atípico, com ausência de chuvas nos meses de verão, colaborou para o aumento das queimadas no primeiro quadrimestre de 2014. “Nós tivemos um número elevado de chamadas, por isso queremos conscientizar a população para não colocar fogo em matos, pois a prática é prejudicial e traz riscos para o meio ambiente.”

O promotor Battalini também salienta que os cidadãos devem ser alertados. E, em caso de identificação dos responsáveis por queimadas, estes devem ser punidos. “Se um cidadão comum for pego ateando fogo a matas são cabíveis ações públicas para que haja reparação da natureza por meio do pagamento de multas, que serão revertidas para fins de recuperação ambiental.”


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/queimadas-aumentam-92-em-relacao-a-2013/
Desenvolvido por CIJUN