Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Reflexos da greve: Gás de cozinha, carne bovina e leite estão em falta na cidade

VINÍCIUS SCARTON - vscarton@jj.com.br | 01/06/2018 | 03:00

Em razão da greve dos caminhoneiros, diversos estabelecimentos comerciais de Jundiaí não estão conseguindo atender a demanda dos consumidores. Em uma distribuidora de gás de cozinha no bairro Residencial Jundiaí, o gerente Eder Bruno Fernandes explicou que ficou sem receber o produto por alguns dias. “No entanto, nas últimas horas, conseguimos uma carga com 400 botijões, porém só restam mais 100 unidades pelo tamanho da procura.”

Eder Bruno Fernandes disse que o estabelecimento ficou sem receber botijões por alguns dias

Eder Bruno Fernandes disse que o estabelecimento ficou sem receber botijões por alguns dias (fotos: Rui Carlos)

Já no bairro Almerinda Chaves, o proprietário de um mercado, José do Carmo, comentou sobre a dificuldade em adquirir carne bovina para revender. “Além disso, leite e frutas também estão em falta”. Neste comércio, Carmo afirmou que o movimento durante o feriado, no entanto, foi bom ao longo do dia.

REFLEXOS DA GREVE EM JUNDIAÍ

Jundiaí começa a retomar normalidade após dez dias de greve dos caminhoneiros

Se a busca por alimentos já começa a ganhar proporções maiores, a luta para abastecer automóveis continua. Segundo Luiz Antônio, gerente de um posto no bairro Fazenda Grande, a fila neste estabelecimento começou ainda na madrugada de ontem. “Os motoristas chegaram por aqui por volta das 5 horas da manhã. Ao longo do dia, abastecemos 930 veículos.”
Antônio explicou que o posto recebeu uma carga de 45 mil litros de combustíveis (entre etanol e gasolina). “Desta quantidade já foram comercializados 20 mil litros e até sexta-feira todo o estoque será vendido”, disse.
Na fila para abastecer seu veículo, o roupeiro Francisco Gomes, de 50 anos, demonstrou alívio e afirmou que poderá utilizar o carro com mais tranquilidade nos próximos dias. “Eu estava com muito receio, mas felizmente poderei trabalhar com mais segurança”, desabafou.

SAÚDE

No Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí, a assessoria de imprensa informou que, por conta do feriado de Corpus Christi, o movimento foi abaixo do esperado para a ocasião. Quanto ao estoque de insumos e medicamentos, o local está com capacidade normal e as cirurgias eletivas seguem canceladas.

 


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/reflexos-da-greve-gas-de-cozinha-carne-bovina-e-leite-estao-em-falta-na-cidade/
Desenvolvido por CIJUN