Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Shoppings, concessionárias e imobiliárias serão as próximas a serem liberadas com restrições

Da Redação | 27/05/2020 | 13:07

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (27), o governador do Estado de São Paulo, João Doria, divulgou o plano de retomada gradual das atividades econômicas. De acordo com o governador, será colocada em prática uma “retomada consciente”, que será realizada do dia 1 ao dia 15 de junho.

A flexibilização só será liberada para as cidades que tenham apresentado redução consistente no número de casos de coronavírus, além da disponibilidade de leitos para internação, que estejam seguindo as regras de distanciamento social e uso obrigatório de máscaras. Cada região de São Paulo está em uma fase diferente levando em conta esses parâmetros. Jundiaí pertence à região de Campinas, e por isso, entrará na  fase 2 de flexibilização, na qual serão liberadas as atividades de shoppings centers, concessionárias, imobiliárias, escritórios e outros comércios, mas todos com medidas restritivas.

No caso dos shoppings, será necessário uma série cuidados, como a redução do horário, a permanência do distanciamento social e também a liberação do fluxo de apenas 20% da capacidade total do estabelecimento, além das medidas de higienização que já vinham sendo seguidas até então, como o uso de máscaras e álcool gel. Além disso, as praças de alimentação também funcionarão de forma diferente. Inicialmente, os clientes não poderão se alimentar no local, mas apenas retirar os produtos para consumo posterior.

Vale ressaltar que uma região só poderá passar a um maior relaxamento, ou seja, avançar uma fase, após 14 dias da mudança defase, mantendo os indicadores de saúde estáveis por um período completo de incubação. Os meios de transporte público, bem como a educação ainda são casos que serão analisados e posteriormente, também será divulgado um plano para esses serviços.

Confira todas as cinco fases na íntegra:

Fase 1: Alerta máximo
Serão liberados apenas os serviços considerados essenciais.

Fase 2: Controle
Além das atividades essenciais também serão liberadas as concessionárias, imobiliárias, escritórios, comércios e funcionamento dos shoppings. Todos os estabelecimentos citados terão que seguir medidas de restrição.

Fase 3: Flexibilização
Nessa fase a flexibilização terá início. Serão liberados os restaurantes e salões de beleza, também com medidas restritivas.

Fase 4: Abertura Parcial
As academias também entrarão para a lista de estabelecimentos que poderão funcionar com os devidos cuidados.

Fase 5: Normal Controlado
Na fase cinco é esperada a liberação dos demais serviços, como cinemas e teatros. No entanto, como o próprio nome sugere, será uma abertura controlada.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/retomada-consciente-do-comercio-sera-feita-em-cinco-fases/
Desenvolvido por CIJUN