Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Semana Santa: Catedral fará celebrações com portas fechadas

Thiago Batista | 10/04/2020 | 08:00

A Semana Santa será diferente em 2020 em relação aos anos anteriores na Catedral Nossa Senhora do Desterro. Os eventos relativos à morte e ressurreição de Cristo serão sem a presença dos fiéis dentro da igreja nos próximos três dias, assim como das demais paróquias que fazem parte da Diocese de Jundiaí. Alguns costumes sofreram alterações, como a tradicional missa da Ceia do Senhor. “Ontem haveria o rito do lava-pés, momento de lavagem dos pés dos fiéis como sinal de humildade para recordar o gesto de Jesus e isso não ocorreu devido à pandemia”, contou o pároco da Catedral Márcio Felipe.

As orientações para a Catedral e para as demais paróquias seguem uma diretriz da Diocese de Jundiaí para cumprir atividades internas em suas comunidades. Hoje (10) a programação na Catedral começa às 15h com a celebração da Paixão do Senhor, quando se lembra a morte de Jesus Cristo e a sua pregação na sua cruz.

No sábado (11), a partir das 19h, ocorre a Vigília Pascal. A missa de Páscoa, quando se celebra a ressurreição de Jesus, será no domingo (12), às 10h. “Não teremos este ano as procissões nas ruas centrais. Tudo ocorrerá dentro da igreja e de portas fechadas conforme orientação das autoridades”, lembra o padre Márcio Felipe.

Todas as celebrações serão transmitidas na página do Facebook da Catedral, assim como das demais paróquias que fazem parte da Diocese. “A gente sempre pede para cada fiel escrever uma oração pois vamos rezar por todas as intenções”, comenta o padre.

Malhação de Judas
A tradicional “Malhação de Judas”, que ocorre todos os anos na Vila Liberdade, na região da Ponte São João, não será realizada este ano devido a pandemia do covid-19. Com as medidas de restringir aglomerações em qualquer local do estado, o promotor do evento, Milton Buochi, cancelou a festa pela primeira vez em quatro décadas. “Não tínhamos escolhido quem seria o Judas até agora”, conta.

Segundo o promotor, a “Malhação de Judas” ocorreu de forma consecutiva nos últimos 45 anos. O livro de ouro para arrecadação do dinheiro entre os moradores do bairro também não havia sido feito.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/semana-santa-catedral-fara-celebracoes-com-portas-fechadas/
Desenvolvido por CIJUN