Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Só em janeiro, três motociclistas morreram no trânsito da Região

GUILHERME BARROS | 22/02/2020 | 05:00

O primeiro mês de 2020 começou com três vítimas fatais no trânsito de Jundiaí. O número é ligeiramente menor que os dados de 2018 e 2019, quando quatro pessoas perderam a vida em decorrência de acidentes nos primeiros 31 dias do ano. Neste mês de janeiro, todas as vítimas fatais foram motociclistas. Os dados são do Infosiga, órgão do governo estadual que monitora mês a mês o número de óbitos.

Dessas três mortes de 2020, duas delas foram registradas nas rodovias que cortam Jundiaí. Um deles na rodovia Vice-Prefeito Hermenegildo Tonoli, no dia 28, e outro no entroncamento das Rodovias Anhanguera e João Cereser. A morte registrada no perímetro urbano ocorreu no Parque Centenário.

A quantidade de pessoas que morreram em decorrência de acidentes de trânsito na cidade, contudo vem caindo gradativamente. Em 2017 foram registradas 97 vítimas. Em 2018, o número caiu para 66, mais da metade deles (53%) envolvendo motociclistas. Em 2019 foram 65 perdas, 26 delas envolvendo condutores de mocicletas.

A Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) informou, por meio de nota, que durante o ano são realizadas diversas campanhas, como o Maio Amarelo (campanha de conscientização sobre segurança no trânsito) e a Semana do Trânsito, com o intuito de conscientizar os munícipes e reduzir o número de acidentes.

Até o dia 31 de março todos os 58 radares de velocidade, conversão e avanço de semáforo estarão instalados em Jundiaí. As notificações enviadas a quem for flagrado cometendo infrações até esta data deixam de ter caráter educacional e passam a gerar multa a partir de abril de 2020.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/so-em-janeiro-tres-motociclistas-morreram-no-transito-da-regiao/
Desenvolvido por CIJUN