Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Solidariedade e sonho de ficar milionário

Thiago Batista | 31/12/2019 | 05:20

A Mega da Virada promete o maior prêmio da história – mais de R$ 300 milhões, caso apenas um ganhador acerte as seis dezenas que serão sorteadas hoje, a partir das 20 horas. E se o prêmio tiver ganhador (ou ganhadores) de Jundiaí, o desejo de alguns é de ajudar entidades especiais.

É o caso da aposentada Benedita Jacobino, de 74 anos. Se ganhar a ‘bolada’ milionária, já tem em mente quem ajudar. “Primeiro vou ajudar a minha família e depois quero muito ajudar entidades que cuidam de crianças deficientes. Teria maior prazer”, diz.

Dona Benedita uma vez ganhou na antiga Loteria Esportiva. “Com o prêmio deu para trocar todo o piso de casa na época”, lembra.

Outra que pretende ajudar entidades assistenciais é Lucimara Rodrigues, de 25 anos. A auxiliar de produção contou que, se levar o prêmio da Mega da Virada, a ideia número um é ajudar as crianças com câncer. “A primeira coisa que faria é ajudar o Grendacc e depois as ONGs que ajudam animais. E com uma parte do prêmio usaria para viajar para Las Vegas”, conta ela, que fez quatro volantes de seis dezenas.

Na lotérica onde fez sua aposta, ela já ganhou uma vez. “Fiz a quadra da lotérica aqui. E costuma dar sorte”, afirma.

Sempre atento ao seu celular estava o motorista de aplicativo Juliano Diniz, de 35 anos. Ele não queria errar no papel os números que a família propôs para cada um dos três volantes. Só que ainda não sabe o que faria caso fature o grande prêmio.

“Nem sei o que faria. Acredito que ajudaria a família e primeiro, reformaria a minha casa e colocaria para alugar, e, em seguida, iria comprar outro imóvel para morar”, conta.

As apostas da Mega da Virada podem ser feitas em qualquer agência lotérica até às 18 horas de hoje. A aposta mínima é R$ 4,50. Se ninguém acertar as seis dezenas, o prêmio será dividido entre os acertadores da quina.

 

Bolões são opção para gastar pouco

Os bolões tiveram aumento de procura este ano. Segundo Renato Brito, gerente de uma agência lotérica na rua Rangel Pestana, a procura por bolões aumentou em 50%, em relação aos últimos concursos. “Cada bolão custa em média R$ 10 por pessoa”, conta.

Na lotérica, ainda não havia sido feita uma aposta usando o máximo permitido de palpites em único volante: 15. “A gente já teve aposta de 12 números”, lembra Brito. Um volante com 12 palpites, o valor sai R$ 4.158. Já um bilhete com 15 números sai por R$ 22.522,50.
A dezena da sorte é o número 10, sorteada quatro vezes. Frequentes também são os números 5, 11, 36 e 51, que já saíram três vezes.

A lotérica comemora o aumento no movimento nesta época, em torno de 30%. A previsão para hoje é de um movimento maior ainda. “Costuma ficar mais intenso entre as 16 e 17 horas.”

Bolões nas lotéricas

O apostador pode adquirir cotas de bolões organizados pelas lotéricas . Basta solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio.

Nesse caso, o apostador poderá pagar uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota, a critério da lotérica.


Thiago Batista
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/solidariedade-e-sonho-de-ficar-milionario/
Desenvolvido por CIJUN