Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Suspeitas de febre maculosa aumentam e dengue caem em Jundiaí

BÁRBARA NÓBREGA MANGIERI | 29/12/2018 | 05:04

Enquanto o número de notificações de casos de dengue em Jundiaí caiu pela metade do ano passado para cá, os casos suspeitos de febre maculosa quase dobrou. Segundo dados da Vigilância Epidemiológica (VE), órgão ligado à Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Jundiaí registrou 37 notificações de febre maculosa ao longo deste ano, ante 19 casos suspeitos registrados em 2017. Uma pessoa faleceu de maculosa ano passado e, este ano, dois casos foram confirmados.

Um óbito foi registrado em agosto, mas a vítima, um morador de Itupeva de 37 anos, não contraiu a doença na cidade. Na época, o Jardim Japonês do Parque da Cidade ficou fechado devido a infestação de carrapatos-estrela, agente transmissor da febre maculosa. Além do monitoramento da área, realizado pela Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), o mato foi cortado e um folder com orientações foi distribuído aos visitantes do parque.

OUTRAS
Tanto os casos suspeitos de dengue quanto os confirmados tiveram redução de 50% na cidade. Enquanto 2017 registrou 655 notificações da doença e 10 casos confirmados, 2018 registrou apenas 371 notificações e só cinco confirmações. A UVZ deu início às ações de combate ao mosquito Aedes aegypti em outubro, com o mapeamento das áreas de risco na cidade. Seis bairros foram colocados em alerta (Rio Acima, Pinheirinho, Água Doce, Parque Centenário, Bairro do Poste e Cecap) e as ações de prevenção e conscientização seguem ao longo de todo o verão.

Em relação à gripe suína, a H1N1, foram dois óbitos registrados na cidade, que teve 82 casos suspeitos ao longo do ano. Em 2017, houve apenas um falecimento decorrente da efemeridade. Uma morte também foi registrada devido à febre amarela. A vítima era um homem de 49 anos que morreu no dia 27 de março, dois dias depois de ser internado no Hospital São Vicente (HSV). Após intensa campanha da Prefeitura de Jundiaí, 417.340 doses de vacinas foram aplicadas, deixando 101,92% da população imunizada.

T_carrapato2


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/suspeitas-de-febre-maculosa-aumentam-e-dengue-caem-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN