Jundiaí

Taxa de Jundiaí é menor desde o fim de março


T_GEDC0022
Crédito: Reprodução/Internet
O Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi-SP) do Governo de São Paulo mostrou que o percentual de isolamento social no estado foi de 48% na quarta-feira (22). Em Jundiaí, os dados mostram uma queda em três pontos percentuais, em comparação com a média do estado - 45%. Foi o pior índice registrado desde 20 de março, quando o município chegou a 42%. Comparando com a terça-feira, quando foi o feriado de Tiradentes (21), a queda na cidade na taxa de isolamento foi de 10 pontos percentuais. Para o governo estadual, 50% é a taxa de isolamento mínima, considerada aceitável. O ideal, no entanto, é entre 60% e 70%, índice que Jundiaí jamais atingiu desde o início da quarentena no estado, em 5 de março. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quinta-feira (23) que, se índices de isolamento social não ficarem acima de 50%, isso possa afetar a reabertura econômica prevista para maio. “Se nós não tivermos uma taxa superior a 50%, poderemos rever a decisão da etapa que sucede a quarentena que vai até 10 de maio”, disse Doria. “Não poderemos fazer flexibilização se não tivermos um índice mínimo de 50% de pessoas em casa. Na quarta-feira esse índice não foi atingido, mas nos quatro dias anteriores superamos os 50%, portanto, é perfeitamente possível”, declarou. A taxa de isolamento é medido pela central de inteligência, que analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Máscaras O governador ainda recomentou que a população do todo estado utilize máscaras de proteção facial nos momentos em que houver necessidade de sair às ruas. O decreto que prevê a recomendação será publicado nesta sexta-feira (24) no Diário Oficial do Estado e faz parte de uma série de medidas adotadas pelo Governo de São Paulo para contenção da pandemia do coronavírus. “É importante que essa recomendação seja seguida pelas pessoas que, em caso de extrema necessidade, precisem sair das suas casas. Isso não retira a recordação de ficar em casa, para salvar vidas. Mas se você tiver que ir a um supermercado, a uma farmácia ou a algum estabelecimento essencial, vá de máscara”, disse Dória. A medida atende às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde e abrange todos os 645 municípios do Estado. “A recomendação é para uso de máscaras em todo Estado. Há alguns municípios onde prefeitas e prefeitos, acertadamente, já promoveram essa recomendação localmente, como fez o prefeito Bruno Covas na capital. Agora estamos estendendo a todos os demais municípios”, pontuou Doria.

Notícias relevantes: