Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Tecnologia espacial é destaque no Science Days em Jundiaí

COLABORAÇÃO DE MARIANA CHECONI | 04/04/2019 | 05:02

Materiais usados em missões da Nasa, exoesqueleto para pessoas tetraplégicas, mão biônica que funciona pelo comando do cérebro, uma réplica do Saturn Five – foguete usado em todas as missões Apollo – e tecnologia de cultivo de plantas para viagens espaciais de longa duração. Esses são alguns exemplos do que os visitantes encontrarão nos dois dias do Science Days 2019.
Considerada a maior edição do evento na América Latina e a maior feira científica do País, o evento em Jundiaí teve início na manhã de ontem (3) e continuará sendo realizado nessa quinta (4) das 9h às 16h no Parque Comendador Antônio Carbonari (Parque da Uva).
De acordo com a prefeitura, 20 mil pessoas se inscreveram gratuitamente para o evento. Alunos de redes públicas municipal e estadual, de escolas privadas, professores, pesquisadores e demais interessados compareceram ao local e tiveram acesso a diversos experimentos, oficinas, palestras e ideias inovadoras para a tecnologia.
Acompanhado por alunos da rede municipal, o prefeito Luiz Fernando Machado ressaltou o alinhamento da proposta do evento com as iniciativas do programa Escola Inovadora. “Fazer uma ação em parceria com a Nasa é um ganho nos projetos que desenvolvemos em favor da Educação, a partir do programa Escola Inovadora. Nossas crianças merecem ter acesso a novas formas de aprendizagem e o Science Days vêm com essa oportunidade de apresentar oficinas interativas e palestras com profissionais de agências aeroespaciais. Uma experiência que elas irão levar para toda a vida”, disse.
Entre os projetos que a UniSalesiano de Araçatuba trouxe para o evento, destaque para a mão biônica. “Desenvolvemos uma mão biônica, onde a pessoa consegue controlar os movimentos a partir de um aparato colocado na cabeça. Além disso trouxemos o exoesqueleto para pessoas tetraplégicas, a impressora de órgãos 3D e ainda um robô que simula reações biológicas do corpo humano. Ele serve para testar uma cirurgia ou a aplicação de algum medicamento”, explica o expositor e professor Edval Rodrigues.
Alunos de Jundiaí também marcaram presença como expositores no evento. Heitor Silva Ferreira, Maria Eduarda Godoy (ambos no 1° ano do ensino médio) e Leonardo Massoni (7° ano) foram vencedores do concurso de Robótica no “Prêmio Jundiaí, Cidade Inteligente: Eu Faço!” em 2017. O trio apresentou o projeto premiado na feira. “Nós nos inscrevemos no Torneio Brasil de Robótica e o tema era acidentes de trânsito, visto que é a 9° maior causa de morte no mundo. Elaboramos então um drone que ficaria em ronda. Ele seria controlado por uma central e mandaria imagens em tempo real. Isso possibilitaria que a ambulância calculasse a melhor rota para chegar ao acidente e ainda se outros serviços precisariam ser solicitados, como bombeiros, por exemplo”, explica Heitor. Para os jovens, participar e expor a ideia em um evento como esse é algo muito importante. “O mais legal de participar é poder entrar em contato com outras equipes da nossa faixa etária que também estão interessadas em tecnologia e em todo esse conhecimento. É uma experiência incrível”, afirma Maria Eduarda.

NASA
Gerente de projetos da Kennedy Space Center International Academy, instituição ligada a Nasa, José Carlos Filho conta que a feira é muito boa para despertar interesse nas crianças. “Nós trouxemos aqui alguns itens usados em missões da Nasa e ainda uma cópia do Saturn Five, foguete usado em todas as missões Apollo, inclusive a que levou o homem a lua. Isso atrai as crianças e faz com que elas se interessem pela ciência”, afirma. Outra figura importante para a Nasa estava presente no evento. Gary Stutte, pesquisador de tecnologias de cultivo de plantas na Terra e no espaço foi o responsável pelo experimento da Operação de Teste do Sistema da Experiência de Fotossíntese (PESTO), o primeiro experimento da ciência de plantas a ser conduzido a bordo da Estação Espacial Internacional uma vez entregue pela tripulação da STS-110. Ele conta que está vivendo uma experiência incrível ao participar do Science Days. “Para mim é uma honra. Estou impressionado com o entusiasmo de todos esses jovens e a vontade que eles tem de aprender e conhecer novas formas de tecnologia”, afirma.
Promovido pela Nasa e Câmara de Comércio Brasil-Florida (CCBF), com patrocínio da Cijun e em parceria com a Prefeitura de Jundiaí, o evento está ligado à Escola Inovadora. O prefeito Luiz Fernando Machado afirma que esse é um estímulo à pesquisa e investigação científica para as crianças e jovens. “O primeiro dia foi entendido como uma etapa na inovação da educação vencida com sucesso. Esperamos que o segundo dia seja igual. O Science Days desperta o interesse das crianças pela ciência e tecnologia”, diz.

SCIENCE DAY


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/tecnologia-espacial-e-destaque-no-science-days-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN