Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Temporários já começam a trabalhar no comércio

Simone de Oliveira | 12/11/2019 | 05:00

A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) prevê um crescimento de 23,86% na criação de vagas temporárias para atender a demanda das festas de final de ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em Jundiaí, segundo a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Sincomercio, serão pelo menos 2,5 mil vagas temporárias geradas no comércio varejista para atender as demandas da Black Friday, Natal e Ano Novo.

Um momento importante para quem deseja uma recolocação no mercado de trabalho. Aos 18 anos, Bruna Larissa de Souza Silveira, de Campo Limpo Paulista, conseguiu seu primeiro emprego. Levou o currículo pessoalmente e trabalha como estoquista em uma rede de lojas de brinquedos e de utilidades para o lar.

“É uma oportunidade para eu ter meu próprio dinheiro e ajudar minha mãe em casa”, conta.

Em agosto deste ano, a operadora de caixa Jaqueline Natali de Lima, de 21 anos, também teve a oportunidade de uma vaga no comércio. Mesmo sem experiência, ela conta que não teve medo de encarar o desafio. “Eu vou ficar até o final de ano e, quem sabe, consigo uma oportunidade para ser efetivada”, comenta Jaqueline.

E mesmo sem experiência, quem opta em trabalhar em comércio, seja nas lojas centrais ou no shopping, precisa ter alguns perfis já determinados. Comunicação, interesse e disponibilidade de horário são alguns deles. “O consumidor está cada vez mais exigente. Dessa forma, o profissional deve buscar informações sobre os produtos a serem vendidos, ser atencioso e responsável. Estatisticamente, 25% da mão-de-obra temporária é efetivada, sendo assim o profissional deve valorizar esta oportunidade”, afirma o presidente da CDL e do Sincomercio, Edison Maltoni.

A gerente de uma loja no Centro, Célia de Souza Fontes, fez questão de contratar jovens para o primeiro emprego exatamente para treinar de acordo com o perfil da empresa. “Eles (os jovens) são dinâmicos e aprendem rápido. Com certeza, são pessoas com capacidade de efetivação”, lembra Célia.

Shoppings

Mesmo sem falar em números, o Maxi Shopping já contrata para diferentes setores, mas a necessidade maior é para vendedores, estoquistas e caixas. “Estão havendo contratações de temporários, mas não temos como mensurar o volume dessas contratações, porque esse procedimento é feito pelas próprias lojas”, afirma a gerente de Recursos Humanos, Ana Elisa Mazzetti.

Os interessados em se candidatar às vagas devem acessar o site www.maxishopping.com.br e entrar no ‘Trabalhe Conosco’.

As contratações temporárias já começaram no JundiaíShopping. As lojas de moda, de maneira geral, são as que mais contratam temporários. No segmento de eletrônicos e brinquedos também há boas oportunidades. Lembrando que as vagas temporárias existem também para algumas áreas do shopping, como promoção (campanha de Natal).

O interessado pode acessar o site www.jundiaishopping.com.br , clicar em Trabalhe Conosco e enviar seu currículo via sistema Recruta Simples.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/temporarios-ja-comecam-a-trabalhar-no-comercio/
Desenvolvido por CIJUN