Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Terminais de ônibus terão lanchonete até ano que vem

VINICIUS SCARTON | 22/08/2018 | 05:00

A partir do ano que vem, os sete terminais de ônibus de Jundiaí passarão a contar com lanchonetes. A expectativa, se não houver problemas durante o processo de licitação, é de que todas estejam instaladas ainda no primeiro trimestre. Os interessados podem participar da concorrência público, que está aberta desde o último dia 10. Os envelopes com os documentos e propostas deverão ser entregues até as 9h do dia 13 de setembro, na Unidade de Gestão de Administração de Pessoas, no Paço Municipal. As propostas serão abertas no mesmo dia.

Segundo a diretora do Departamento de Transportes da Prefeitura, Ana Paula Silva Almeida, as lanchonetes serão instaladas em locais definidos, que já foram concebidos desde a instalação dos terminais, que variam de 17 a 23 metros quadrados. Conforme o edital, cada lote possui um valor mínimo para concorrer a licitação. O primeiro lote, com referência aos terminais Central e Rami (R$ 11.581,45). Já o segundo lote, correspondente aos terminais Vila Arens e Colônia (R$ 9.973,10). O terceiro lote, baseado nos terminais Hortolândia e Cecap (R$ 10.882,59). Já o quarto lote do Eloy Chaves (R$ 5.231,60). “O valor diferenciado de cada lote é estipulado pela quantidade de passageiros e o entorno”, explica Ana Paula.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

Além disso, Ana Paula afirmou que deverá ser agendada a visita técnica para avaliação do local e das condições gerais do estado das instalações – objetos de concorrência no horário das 8h30 às 12h e das 14h às 17h. “As visitas deverão ser realizadas até o dia útil anterior a abertura (até o dia 12 de setembro). “No geral, para participar do processo licitatório, o interessado deverá apresentar os documentos discriminados no edital e o atestado de vistoria. Além do que, o empreendedor deve possuir CNPJ”, destaca.

A partir da assinatura do contrato, o empreendedor terá 90 dias para iniciar as atividades nos terminais. “O contrato de aluguel terá cinco anos de permissão, podendo ser prorrogado por mais cinco anos”, resume. As lanchonetes não poderão comercializar produtos processados, mas poderão vender água, lanche natural, salgados, entre outros e os preços não serão tabelados. “Venda de bebida alcoólica será proibida”, afirma a diretora. Ana Paula destaca que, as bancas do Circuito das Frutas não sofrerão nenhuma mudança. “Já a fiscalização ao comércio clandestino nos terminais terá continuidade”, frisa.

Usuários

Os usuários dos terminais aprovam a iniciativa. “Será uma ótima opção para nós, passageiros, que poderemos nos alimentar logo pela manhã ou no retorno para casa”, opina a auxiliar de serviços gerais, Marina Teixeira de Góes, de 46 anos.  A atendente Polyana Gonçalves da Silva, 30 anos, também gostou da ideia. “A lanchonete facilitará a minha vida. Afinal, estou sempre correndo e muitas vezes saio de casa sem tomar café da manhã”, diz.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/terminais-de-onibus-terao-lanchonete-ate-ano-que-vem/
Desenvolvido por CIJUN