Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Torcida do Paulista aprova novo comandante

Thiago Batista | 16/02/2020 | 10:00

A torcida do Paulista aprovou José Francisco de Oliveira como novo treinador da equipe para Série A3. A grande maioria acredita que ele trouxe o ânimo que faltava ao elenco.

“Ele deu a tranquilidade que os jogadores precisavam e mexeu na hora certa no jogo”, afirmou Willians Spina, 41 anos. “Ele deu uma outra cara. Foi muito bem também o lateral-direito Rafael Compri, lembrou muito o Fágner (do Corinthians)”, contou Antônio Mendonça, de 61 anos.

Para Geian Luca, de 22 anos, é difícil fazer uma avaliação na primeira partida. “Time melhorou muito e hoje a vitória veio com raça”, disse.

O treinador gostou da postura dos seus atletas durante os 90 minutos. “Eu gosto de participar muito da partida, e sempre cobro que os meus jogadores tenham entrega. E eles fizeram isso hoje e estão de parabéns”, declarou.

A partida

O técnico do Galo, José Francisco de Oliveira, presenciou in loco na tarde deste sábado (15) que terá trabalho como comandante do Paulista. A equipe apresentou alguns dos problemas de antes, mas durante a partida contra o Rio Preto, em pleno Jayme Cintra, a equipe mostrou evolução, conseguindo colocar mais a bola no chão, pressionar o time adversário e até provocou cartão vermelho dos rivais. E foi recompensado com a vitória, de virada, por 2 a 1.

O resultado tirou o Tricolor da última posição. Agora soma quatro pontos, mesma pontuação que o Primavera, mas fica na frente por ter melhor saldo de gols. O Galo também encerrou um jejum incomodo: ficou 215 minutos sem marcar um gol no seu estádio.
O próximo jogo será na sexta-feira de Carnaval (21), contra o Grêmio Osasco, fora de casa, às 19 horas.

O jogo começou ruim para o Paulista. O Rio Preto somente precisou de 8 minutos para abrir o placar. Em escanteio cobrado por Bruninho, Hugo desviou de raspão. Matheus Lopes espalmou para o lado e Barcos, como centroavante goleador, aproveitou e fez 1 a 0. Foi o quinto gol dele na Série A3, ampliando a vantagem dele na artilharia.

O time sentiu o gol e demorou para reagir. A primeira grande chance do Tricolor ocorreu apenas aos 24 minutos. Em jogada de escanteio de Yan, Johnson mandou de cabeça e a bola explodiu na trave.

A partir da entrada do meia Netinho, aos 32 minutos, o Paulista comandou a partida. A pressão deu resultado no último lance do primeiro tempo. Rafael Compri cobrou falta da meia-esquerda e a bola foi no ângulo direito. Um belo gol para colocar fim a uma série de 215 minutos sem um tento da equipe no Jayme Cintra. Antes, o único gol em Jundiaí do time foi aos 10 minutos contra o Nacional, na 1ª rodada, com Robinho, em cobrança de pênalti.

Na etapa final o Paulista teve mais a posse de bola, mas pecava no último passe. A situação melhorou aos 19 minutos quando Bruno Miguel cometeu falta sobre Nenê no meio-campo. Ele levou o segundo amarelo e foi expulso. Com um jogador a mais, o Galo tentou ir para cima. Só que o time estava cansado e permitiu uma pressão do Rio Preto.

Mesmo assim o Paulista foi na base da garra, da superação e da coragem para buscar a vitória. O prêmio veio aos 40 minutos. Daniel, que entrou no segundo tempo, fez grande jogada pelo meio e rolou para Netinho enfiar o pé na bola e marcar o gol da vitória. E fazer o torcedor do Paulista ir embora feliz do Jayme Cintra.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/torcida-do-paulista-aprova-novo-comandante/
Desenvolvido por CIJUN